20°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Política

Ser o nº 1 do município, requer muito mais que um simples desejo

teste
Nos últimos 47 anos, Erechim teve apenas cinco prefeitos.
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

Faltam pouco mais de oito meses para as eleições municipais de 6 de outubro. E o tabuleiro político irá começar a s movimentar com mais força a partir de agora. Por enquanto, Erechim tem três pré-candidaturas postas: Paulo Polis (MDB) que buscará à reeleição; vereador Anacleto Zanella, que é o pré-candidato do PT e o vereador André Jucoski (PDT), que já afirmou irá concorrer à prefeito. Outros nomes são ainda desejos, mas não indicações de partidos, que ainda conversam para lançar uma candidatura da direita.

 

Não é uma tarefa fácil

Mas ser prefeito de Erechim não é uma tarefa fácil. O desejo de muitos é legítimo, mas entrar na disputa e vencer é uma outra história. Ser o número 1 do município requer muito mais que um simples desejo.

 

Os números em 47 anos

E nessa minha análise, desdobro em números. Desde 1977, Erechim teve cinco prefeitos: Eloi João Zanella, Jayme Luiz Lago, Antônio Dexheimer, Luiz Francisco Schmidt e Paulo Polis.

Eloi João Zanella: governou por quatro mandatos, que totaliza 18 anos: de 1977 a 1983; de 1989 a 1993; de 2001 a 2008.

Jayme Luiz Lago (já falecido): foi prefeito por seis anos, de 1983 e 1988 (mandato era de seis anos).

Antônio Dexheimer: prefeito de 1993 a 1996.

Luiz Francisco Schmidt: teve dois mandatos. O primeiro de 1997 a 2000 e o segundo de 2017 a 2020. E ainda foi vice-prefeito de 1993 a 1996.

Paulo Alfredo Polis: está em seu terceiro mandato. Esteve frente à prefeitura de 2009 a 2016. E agora, de 2021 para cá e encerra em 31 de dezembro de 2024.

 

Quase metade da história do município

De 1977 para cá e até o encerramento do terceiro mandato de Paulo Polis (2024), se passaram 47 anos de uma cidade que completa 106 anos no dia 30 de abril. Quase a metade da história de Erechim teve esses nomes citados como protagonistas. Realmente não é fácil ser o nº 1.

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas