13°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Economia

Os municípios da região que mais criaram e perderam vagas de trabalho

teste
Em maio, os cinco municípios que mais geraram novas vagas formais foram: Getúlio Vargas (20), Marcel
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

Levantamento feito pela coluna Pente Fino do Jornal Bom Dia, através de dados oficiais do Caged, órgão vinculado ao Ministério do Trabalho, apontam que o Alto Uruguai, com seus 32 municípios, tem 55.863 trabalhadores na formalidade, com carteira assinada, com dados até final de maio. Comparando com abril, foram fechadas 103 vagas (tinha 55.966 trabalhadores na formalidade). Mas vale destacar que apenas Erechim, fechou 120 vagas, e isso demonstra que os demais municípios somados, absorveram essas vagas em números absolutos.

 

Ranking em três análises

Os cinco maiores geradores de emprego são Erechim, Getúlio Vargas, Estação, Barão de Cotegipe e Aratiba. 

Em maio, os cinco municípios que mais geraram novas vagas formais foram: Getúlio Vargas (20), Marcelino Ramos (11), Paulo Bento (10), Aratiba (9) e Estação (9).

Os municípios que mais fecharam postos de trabalho foram: Erechim (120), Jacutinga (15), Erebango (12), Charrua (7) e Gaurama (6).

 

Desempenho individual

A seguir o desempenho individual dos 32 municípios do Alto Uruguai em maio, e quantos trabalhadores cada um mantém, com carteira assinada.

Aratiba: 1.133 trabalhadores (criou nove novos empregos em maio).

Áurea: 280 trabalhadores (fechou dois postos de trabalho em maio).

Barão de Cotegipe: 1.292 trabalhadores (fechou três postos de trabalho maio).

Barra do Rio Azul: 152 trabalhadores (criou dois novos empregos em maio).

Benjamin Constant do Sul: 74 trabalhadores (criou um novo emprego em maio).

Campinas do Sul: 741 trabalhadores (não perdeu e nem criou empregos em maio).

Carlos Gomes:  31 trabalhadores (criou um novo emprego em maio).

Centenário: 182 trabalhadores (não perdeu e nem criou empregos em maio).

Charrua:  180 trabalhadores (fechou sete postos de trabalho em maio).

Cruzaltense:  73 trabalhadores (não perdeu e nem criou empregos em maio).

Entre Rios do Sul: 180 trabalhadores (fechou três postos de trabalho em maio).

Erebango: 205 trabalhadores (fechou 12 postos de trabalho em maio).

Erechim: 39.307 trabalhadores (fechou 120 postos de trabalho em maio).

Erval Grande: 581 trabalhadores (não perdeu e nem criou empregos em maio).

Estação: 1.796 trabalhadores (criou 9 novos empregos em maio).

Faxinalzinho:  126 trabalhadores (fechou dois postos de trabalho em maio).

Floriano Peixoto: 62 trabalhadores (fechou um posto de trabalho em maio).

Gaurama: 810 trabalhadores (fechou seis postos de trabalho em maio).

Getúlio Vargas: 4.087 trabalhadores (criou 20 novos empregos em maio).

Ipiranga do Sul: 154 trabalhadores (fechou três postos de trabalho em maio).

Itatiba do Sul: 129 trabalhadores (não perdeu e nem criou empregos em maio).

Jacutinga: 554 trabalhadores (fechou 15 postos de trabalho em maio).

Marcelino Ramos: 543 trabalhadores (criou 11 novos empregos em maio). 

Mariano Moro: 203 trabalhadores (fechou um posto de trabalho em maio).

Paulo Bento: 544 trabalhadores (criou 10 novos empregos em maio).

Ponte Preta: 103 trabalhadores (criou um novo emprego em maio).

Quatro Irmãos: 181 trabalhadores (fechou um posto de trabalho em maio).

São Valentim: 324 trabalhadores (criou cinco novos empregos em maio).

Sertão:  598 trabalhadores (fechou três postos de trabalho em maio).

Severiano de Almeida: 324 trabalhadores (criou dois novos empregos em maio).

Três Arroios: 588 trabalhadores (criou um novo emprego em maio).

Viadutos: 326 trabalhadores (fechou um posto de trabalho em maio).

 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas