Euro R$ 3,92 Dólar R$ 3,20

Blog do A Voz da Diocese

diocese.JPG

Olhar o caminho percorrido

Por A Voz da Diocese

Estimados diocesanos. Estamos terminando um ano. Ele pode ter deixado marcas positivas ou negativas na vida pessoal, familiar, nas instituições e na sociedade brasileira. As marcas não provêm do número dos dias que compõem o calendário, mas dos fatos provenientes da vida e das ações de homens e mulheres, que, no exercício de funções públicas, na gestão do bem comum, faltaram com a ética da honestidade de forma escandalosa, colocando em risco as estruturas democráticas do país e levando alguns a pensarem que democracia é sinônimo de apropriação ou roubalheira dos recursos do Estado.

Os fatos, amplamente divulgados pelos meios de comunicação, ferem a dignidade das pessoas de bem, do empresário que passa ao Estado somas absurdas de impostos, do trabalhador que vê a cada mês a fome do leão no seu contra-cheque, do aposentado que luta para manter sua vida com dignidade, tendo que fazer constantes renúncias do básico para poder chegar no final do mês. Tais fatos causam a decadência das estruturas da saúde pública e da educação, prejudicam os mais pobres e trazem consequências danosas para toda a sociedade brasileira.

Como cidadãos deste imenso país, podemos estar esperando o final de 2017 e o início de 2018 contentes por poder participar da festa de réveillon, beber uns copos a mais, ver os fogos de artifício, etc. sem nos importarmos em fazer uma análise daquilo que causou o fechamento de fábricas, a perda de empregos, a falta de atendimento na saúde, como se tudo isso não tocasse mais a nossa vida. É oportuno lembrar o ditado que diz: “Povo que não conhece o seu passado não tem nem presente, nem futuro”.

Portanto, é fundamental que cada pessoa olhe o caminho que percorreu durante este ano que está para terminar, analise os fatos que marcaram a sua vida, de forma positiva ou negativa. Assim você vai poder, com mais serenidade, traçar os objetivos e trabalhar os projetos que fazem parte dos seus sonhos para o novo ano que está por iniciar.

Saiba agradecer às pessoas que fazem parte da sua vida, pelas coisas boas que aconteceram, mas também pela solidariedade nos momentos difíceis. Manifeste gratidão a Deus por cada passo dado, mesmo quando nos momentos de dor, pode ter tido a sensação de que estava sozinho. Ele é pai, e sempre esteve ao seu lado caminhando com você, também quando desviou o olhar no caminho, para não contemplar o seu rosto cheio de misericórdia e compaixão por você. Ele não deixou de amar você. Ele continua amando. Acredite, tenha fé e a vida terá sempre um sentido maior.

Quero expressar minha gratidão a todos aqueles e aquelas que nos ajudaram na missão de anunciar o Evangelho e a vencer os desafios com altruísmo e fé neste ano de 2017. Que o ano novo renove no coração de todos a esperança pela paz que abate os muros da discórdia e constrói pontes entre as pessoas, fortalecendo os valores da ética no cuidado do bem comum.

Tende todos um bom domingo. 

 

Dom José Gislon

Bispo Diocesano de Erechim 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Sagitário
22/11 até 21/12
Boa nova, sagitariano: o ingresso de Marte em seu signo....

Ver todos os signos

Publicidade