Euro R$ 4,01 Dólar R$ 3,25

Blog do Rodrigo Finardi

pente 02.02.2018.jpg

É possível reversão na imagem do governo municipal?

Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

Tem pessoas ligadas ao governo municipal de Erechim que não acreditam numa reversão de imagem da gestão. Uma destas pessoas me repassou que seria necessário um grande choque de gestão, com troca e remanejo de nomes para dar fôlego e vida ao governo, além de afirmar que as decisões são muito lentas deixando o que é burocrático, mais engessado ainda. Também disse que muitos se acham dono do mundo criando inúmeras prefeiturinhas e governos paralelos o que dificulta a sintonia na implantação de políticas públicas.

Por outro lado, alguns demonstram otimismo, e acreditam que nesse segundo ano (já se passou um mês) o governo terá melhoras. Um deles é o vice-prefeito Marcos Lando que recentemente disse que com a implantação do estacionamento rotativo (em março) e a melhora nas ruas da cidade (em aberto) o ânimo das pessoas será diferente.

Mas algo tem em comum tanto daqueles que defendem o governo e daqueles que são governo e não conseguem vislumbrar mudança: creem piamente que é necessário mudanças urgentes. 

 

Aproximações para as eleições de outubro

Na manhã de ontem (1º) foi inaugurado a sede do Partido Social Cristão em Erechim no Bairro Progresso.  A presidência do partido é de Marcos Antonio Lima que saiu do PT e ingressou na sigla. O coordenado regional do PSC, Dorvalino Pires da Silva (Irmão Pires) prestigiou o evento. Ele é de Aratiba e pré-candidato à deputado estadual.

Representantes de outros partidos prestigiaram o evento como o ex-prefeito Paulo Alfredo Polis, que também saiu do PT e hoje está no MDB, o presidente da Câmara de Vereadores Rafael Ayub (MDB) e a vereadora Sandra Picoli (PCdoB).

Já é possível ver aproximações para as eleições de outubro. Quem o PSC apoiará para federal, já que tem candidato para estadual?

 

Fogo amigo

Tem deputados de fora da região indo nos municípios do Alto Uruguai e oferecendo mundo e fundos em troca de apoio. Jogo pesado e fogo amigo com os demais candidatos da região. É o poder das emendas parlamentares.

 

MDB adia divulgação do nome do pré-candidato à federal

A Coordenadoria Regional do MDB tinha agendado para ontem (1º) o anúncio do pré-candidato à deputado federal, numa escolha feita pelos 31 municípios que compõe a região entre os nomes do ex-prefeito Paulo Polis e o empresário Vannei Mafissoni de Marcelino Ramos.

Conversando com o coordenador Edgar Marmentini teve problema na agenda. Ontem e hoje, Delfim não poderia estar presentes. O deputado Gilberto Capoani também não. No início da próxima semana, na segunda e terça-feira, Polis tem compromissos da Caixa em Passo Fundo.

Para juntar todos, ficou agendado para o dia 8 de fevereiro, uma quinta-feira na Câmara de Vereadores, quando será divulgado o nome do representante em coletiva de imprensa.

 

Quando apanha e quando bate, mantém o mesmo perfil

O vereador Lucas Farina (PT) se viu envolto a uma polêmica na semana passada quando esteve em Porto Alegre para o julgamento do Lula, inclusive recebeu muitos ataques pessoais via redes sociais sobre o tema. Lhe perguntei ontem se tirou diárias para viajar à capital gaúcha. Respondeu que não. Sobre ser o organizador da caravana da região também disse que não foi ele, mas que sim convidou algumas pessoas: “a divergência das ideias é salutar para a democracia, sempre que exercida com respeito”, salientou, e sempre mantendo o mesmo tom que lhe é peculiar sem atacar ninguém.

Mesmo quando lhe pergunto sobre que análise faz do governo Schmidt e Lando, já que é do bloco de oposição, mantém o tom sereno, até para criticar. Para ele o governo fez muitas promessas e não consegue cumprir como a redução do número de CCS, a reforma administrativa com a extinção de secretarias, melhora na saúde tanto municipal como no Santa Terezinha e a péssima qualidade dos asfaltos: “inclusive estou entrando com um pedido de informações na primeira sessão ordinária do ano, querendo saber como é organizado e feito o cronograma de obras”.

 

O principal vereador de oposição em Erechim

O vereador Ale Dal Zotto (PSB) é entre os 17 vereadores de Erechim, o que mais se coloca na condição de oposição ao governo de Schmidt, tanto na tribuna do legislativo como nas redes sociais. No facebook seguidamente responde em postagens de outras pessoas e também publica vídeos e textos questionando o governo. A última postagem mostrou Schmidt em sua propaganda eleitoral falando sobre agricultura: “Achamos as propostas ou promessas do prefeito na campanha, acredito que essa não seja a realidade até o momento, pois muitos amigos do interior nos relatam as más condições das estradas e o sonho da patrulha agrícola apresentada não se realiza”.

Questionou que em “tempo de safra chegando e a produção precisa ser escoada, para isso necessitasse de boas estradas. Precisamos que seja solucionado o quanto antes essas demandas, recursos tem, será que falta o quê?”, finalizou

O secretário de Agricultura de Erechim, Leandro Basso, respondeu ao vereador: “a secretaria de agricultura dialoga com as empresas do agronegócio e possui canal de comunicação com todas, bem como o transporte escolar que geram o relato da situação das estradas, de forma objetiva e desprovida de bandeiras partidárias. Em ambos os casos o retorno é positivo quanto a conservação das mesmas. Aspectos pontuais precisam ser objetos de protocolo junto à secretaria”

 

Legislativo erechinense terá Ouvidor

O presidente da Câmara de Vereadores de Erechim, Rafael Ayub juntamente com os demais membros da mesa diretora, estão finalizando projeto para criação a Ouvidoria no legislativo. De acordo com a Ayub “existe a obrigação de instituir a Ouvidoria. Mesmo que tenhamos ainda prazo para regulamentar entendo necessário para melhorar a comunicação e fiscalização em conjunto com a comunidade”, salientou

O projeto já deve ser apreciado pelos vereadores – se der tempo -, na primeira sessão ordinária no dia 19 de fevereiro. Será criado um cargo para a função

 

Os alvarás e a Lei de Murphy

A prefeitura de Erechim emitiu uma nota de esclarecimento sobre o pagamento da taxa de renovação de alvarás que venceria dia 31 de janeiro. Alegam que o problema foi na gráfica dos Correios, com quem mantém contrato e os boletos foram emitidos sem data de vencimento. Desta forma foi prorrogado para o dia 28 de fevereiro para evitar transtornos. Irão notificar a gráfica responsável para apurar as falhas.

Quando as coisas não vão bem, até ações rotineiras, administrativas acabam dando problemas. É a Lei de Murphy que diz se algo pode dar errado, dará ou “qualquer coisa que possa ocorrer mal, ocorrerá mal, no pior momento possível”.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
O momento prioriza o autoconhecimento e a...

Ver todos os signos

Publicidade