22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,58 Dólar R$ 4,10
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,58 Dólar R$ 4,10

Blog do Rodrigo Finardi

A pichação ocorreu numa das gravuras pintadas na parte superior

Pichadores atacam novamente o Viaduto Rubem Berta

Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

Na coluna do dia 23 de janeiro escrevi um texto com o título “que vontade de pegar um relho”, sobre o vandalismo que cresce Erechim. Citei a pirâmide de vidro no pórtico de entrada (e que recentemente foi atacada e quebrada novamente) e as pichações nas belas pinturas que estão sendo feitas no Viaduto Rubem Berta, além de tantos outros monumentos que sofrem com essa prática.

 

Na madrugada

Na madrugada de sexta-feira (10) os pichadores atacaram novamente o Viaduto Rubem Berta em dois locais, e os artistas quando chegaram para trabalhar na manhã de ontem, encontraram até a lata com tinta acrílica, usado pelos vândalos.

 

Dois lugares

A pichação ocorreu em dois lugares. Um na parte lateral, numa parede verde que será usada para fazer grafite, para todos que são artistas e querem se expressarem. E outra num dos painéis que estão sendo pintados na parte superior nos parapeitos, que vem recebendo elogios da população.

 

A falta do relho

Vou repetir o que escrevi no início do ano, pois a lógica é a mesma.

Que vontade de pegar um relho!

E não me refiro apenas ao fato de mais recursos públicos que precisarão ser investidos. Refiro-me a questão cultural, a falta de noção, o despreparo. Como construir uma sociedade igualitária desta forma? Que vontade de pegar um relho!!!

 

Olhar com carinho

E aproveito para sugerir aos órgãos competentes que olhem com carinho no entorno do viaduto, onde tem estacionamento. Os carros escondem as pinturas. Quando as pessoas vão tirar fotos (e não são poucas), os carros acabam prejudicando. E não são tantas vagas assim. Fica a sugestão.

 

Artista que se diz artista

E outra coisa, artista que se diz artista, não estraga a obra do outro. São meros arruaceiros, que precisam sim de um relho. Artista que é artista respeita o próximo. Respeita a arte.

 

----------------------

Reunião com pré-candidatos

O presidente estadual do Solidariedade, vereador de Porto Alegre, Cláudio Janta está em Erechim na manhã deste sábado, onde às 9h30min, falará para os pré-candidatos do partido para as eleições municipais do ano que vem, além de filiados e simpatizantes.

 

Eleições na FAMURS: é a vez do PDT

Na próxima segunda-feira (13) acontece eleição para escolha do novo presidente da Famurs. E nesta eleição cabe ao PDT indicar o presidente.

O prefeito de Três Arroios, Lirio Zarichta chegou a ser cotado para concorrer à presidência e tinha conseguido vários apoios em regiões do Estado. Mas resolveu não concorrer e está apoiando o prefeito de Gentil, Alcenir Dalmago para presidente da entidade. Lirio afirma que Alcenir tinha mostrado interesse em sua candidatura e desta forma nada mais justo que o apoiar: “O PDT da AMAU está praticamente 100% com ele”.

Podem votar os 150 prefeitos e vice-prefeitos do PDT no RS.A votação é online pelo site www.pdtrs.org.br. O prefeito de Gentil é da região da AMPLA (Associação dos Municípios do Planalto), e está fechando apoio em mais três regiões do Estado. Além da AMAU, a AMUNOR e a AMESNE e buscando expandir para outros municípios do Estado.

A história política de Alcenir sempre foi dentro do PDT. Elegeu-se vereador com 21 anos em 1993. Depois foi vice-prefeito de 1997 a 2000. De 2005 a 2008 foi prefeito e em 2017 iniciou seu segundo mandato como prefeito de Gentil: “Vivo a gestão pública há muito tempo e conheço bem as dificuldades enfrentadas pelos prefeitos, que a cada dia são obrigados a assumir mais obrigações sem o correspondente repasse de recursos pelos governos estadual e federal. Precisamos agregar conquistas ao municipalismo”, comenta Alcenir que pretende fazer uma gestão de resultados para mudar a realidade dos municípios.

 

Quando investir em diárias vale a pena

 Na edição de ontem (10), trouxe uma matéria sobre os valores das diárias, quanto é pago para cada um (prefeito, vice, servidores). Algumas diárias custam barato para o município, e outras muito caras. Acho importante fazer esse registro e citar um exemplo positivo.

O técnico da secretaria de Saúde de Erechim, Jackson Arpini, talvez seja hoje, no Alto Uruguai quem mais entende de projetos, além de ser articulado em Porto Alegre ou Brasília. Através de seu trabalho já conseguiu alguns milhões para a saúde de Erechim e região.

O Jackson, se o município mandasse ele toda semana para Brasília, tenho certeza que os recursos que viriam para cá seriam infinitamente superiores aos gastos. Tudo é uma questão de ponto de vista. Como tem aqueles que gastam menos, porém o resultado é zero. Logo, esse gasto menor é considerado desperdício.

 

O gatilho da lei e a troca de partido

Em função da fidelidade partidária e o medo de perder o mandato, faz com que os vereadores de Erechim sejam cautelosos quando falam em trocar de partido. Porém, de 3 a 4 nomes devem mudar de sigla no início do ano que vem, quando abrir a janela, sem prejuízo ao mandato. É um gatilho da lei que permite a troca, sem qualquer punição partidária.

 

Asfalto, lombadas e paradas de ônibus

Nenhum projeto será votado na próxima segunda-feira (13) na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Erechim. Até o fechamento desta edição, na pauta 17 requerimentos de informações e pedidos de providências, nas mais variadas: asfalto, lombadas, paradas de ônibus urbanos, entre outros. Projetos, só se for de urgência, de última hora.

 

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Escorpião
23/10 até 21/11
Você terá sempre o direito inalienável...

Ver todos os signos