Euro R$ 3,85 Dólar R$ 3,26

Publicidade

Segurança

Morte de jovem tem ligação com tiroteio

Por Da Redação - jornalismo@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

A jovem Janaína Guimarães Fagundes (16) não resistiu aos ferimentos e morreu no final da noite desta quinta-feira (26), na Fundação Hospitalar Santa Terezinha, onde estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), desde a noite de quarta-feira (25), após ser alvejada por um disparo de arma de fogo na cabeça. O crime ocorreu na casa da avó do namorado da vítima, na Rua João Francisco Busatta, Bairro Progresso. Ele tem inúmeras passagens pela polícia, incluído um, homicídio ocorrido em Erechim. O corpo da jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Passo Fundo, onde passou pelo exame de necropsia.

Em entrevista com o Jornal Bom dia, o delegado Gustavo Vilas boas Ceccon, titular da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), de Erechim, informou que a morte da jovem é um desdobramento da primeira troca de tiros que ocorreu na terça feira (24) no Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) do Bairro Progresso, após um o confronto entre dois grupos rivais. Na parte interna da praça comunitária estavam pelo menos seis jovens que foram intimados a sair do local por outro grupo que pretendia "acertar as contas" por motivos desconhecidos. "Alguns dos indivíduos que estavam nessa primeira situação, sabendo onde estaria um terceiro que seria o alvo, foram na casa onde esta vitima estaria, invadiram a propriedade e quando foram atirar no rival, a namorada Janaina, entrou na frente e acabou sendo atingida pelo disparo de arma de fogo, na cabeça. Após praticar o crime, fugiram do local", disse Ceccon. 

Desde que ocorreu o fato a Polícia Civil começou a investigação sobre o caso. "Ainda não temos nada de concreto. O trabalho policial está avançando bem e o nosso objetivo é identificar todas as pessoas que estão envolvidas nessas duas situações. Além de responsabilizar criminalmente os suspeitos, também queremos evitar que novos confrontos ocorram, prejudicando toda a comunidade, inclusive pessoas inocentes", ponderou o delegado.

Sobre o confronto
No dia do confronto Elias Gabriel Alves Borges (21), passava pelo local de carro no momento que foi atingido por um tiro de raspão no pescoço, próximo a região artéria jugular. O jovem foi encaminhado para a Fundação Hospitalar Santa Terezinha, onde passou por exames, o qual foi submetido à cirurgia. Após se recuperar foi liberado. "Nossa principal preocupação é evitar que fatos como esse se repitam, por que toda vez que acontece, é um numero indeterminado de pessoas que ficam expostas," finalizou o delegado.

Com a morte de Janaína, Erechim já contabiliza 11 mortes violentas, sendo dois latrocínios duas legítimas defesas.  Em 2016 a policia registrou mais de 20 homicídios. A maioria dos casos já foi solucionada e com os inquéritos já remitidos à Justiça. Mesmo com o período difícil de greves, falta de pessoal e parcelamento do salário, a meta da polícia é continuar com esse bom índice alcançado nesses últimos anos. 

O velório de Janaina ocorreu na capela mortuária do Bairro progresso. O sepultamento da jovem ocorre na manhã deste sábado (28), por volta das 10h30min no Cemitério Santa Cruz, do Bairro Presidente Vargas. 

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas