Euro R$ 3,82 Dólar R$ 3,22

Publicidade

Ensino

Encontro entre reitor da URI e cônsul da Itália amplia perspectivas de novas parcerias

Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

O reitor da URI, Luiz Mario Silveira Spinelli, foi recebido no dia 1º de novembro em audiência pelo cônsul da Itália no Rio Grande do Sul, Nicola Occhipinti. O cônsul mostrou-se muito solícito e interessado em saber sobre Erechim e região Alto Uruguai, sobre a atuação destacada da Universidade em diferentes cidades e regiões do Estado e, também, sobre a presença italiana em regiões mais afastadas da tradicional serra gaúcha colonizada por italianos.

De acordo com o reitor, o cônsul tem pleno conhecimento do papel destacado desempenhado pelas Universidades Comunitárias no Rio Grande do Sul. Na conversa, o reitor observou o compromisso social da URI nas regiões onde está presente com suas unidades, lembrando que no caso do Alto Uruguai, a etnia italiana predomina em número de pessoas, onde desempenha importante papel no desenvolvimento, ao lado das demais etnias que foram responsáveis pelo desbravamento e colonização regional.

Outro tema que mereceu uma abordagem é a relação URI/Itália em plena vigência já há mais de 15 anos, de forma especial com a Província de Treviso e a região do Vêneto como um todo. Neste contexto também foi aprofundado o interesse mútuo de continuar incentivando o intercâmbio de professores e alunos da URI com universidades e instituições italianas.

“O cônsul da Itália foi extremamente receptivo para comigo e a URI, colocando o consulado à disposição da Universidade para possíveis novos projetos inclusive junto ao governo italiano. Isto, para a URI, é muito interessante a despeito dos convênios que já temos em parceria”, disse o reitor.

Spinelli convidou o cônsul para conhecer a Universidade. Segundo ele, o período mais viável ao cônsul, que se despede do Rio Grande do Sul em julho do próximo ano, é visitar Erechim nos primeiros meses de 2018 quando o município comemora seu centenário. O reitor formalizou um convite para uma possível palestra na própria Universidade.

O reitor entende que o encontro foi muito proveitoso, porquanto reforçou o interesse da Universidade para o fomento de novos projetos e intercâmbios com a Itália. “Penso que podemos avançar um pouco mais, porque os propósitos de ampliar boas relações ficaram evidentes de ambas as partes”, concluiu.

A URI mantém convênios há vários anos com diversas universidades italianas, entre as quais as Universidades de Camerino, Perugia, Salerno, Técnica delle Marche e Fundação Edmundo Mach. Em 2016, duas alunas da URI realizaram intercâmbio na Universidade de Camerino. No primeiro período deste ano, a Instituição têm quatro alunos realizando intercâmbio também na Universidade de Camerino. Para o segundo período de 2017 são 10 alunos selecionados para intercâmbio: um com a Universidade de Camerino, um com a Universidade de Salerno, cinco com a Universidade de Perugia e três alunos com a Universidade Técnica delle Marche.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas