Publicidade

Segurança

Familiares aguardam chegada do corpo de jornalista morto no Uruguai

Robson Pandolfi (31) morreu afogado em balneário Punta del Este

1e0dad8b-79ac-4fbc-8a34-e800d7b7bf20.jpg
Por Da Redação
Foto Arquivo da família

O corpo do jornalista e professor gaúcho que morreu afogado no Uruguai no último sábado (6), deverá ser liberado nesta terça-feira no Uruguai. Robson Pandolfi (31), natural de Mariano Moro, passava férias com amigos e familiares no balneário de Piriápolis, distante 40 quilômetros de Punta del Este e perdeu a vida ao lado do amigo Alexandre Blankl Batista (38).
O pai Décio Pandolfi, que acompanhava o filho na viagem de férias, falou com a reportagem do Bom Dia no fim da tarde de ontem. Por volta de 17h, o empresário que é domo de uma emissora de rádio no município de Seara, em Santa Catarina, disse que ainda estaca tratando da parte burocrática apara liberar o corpo do filho. A segunda meta era conseguir a liberação de uma avião da Força Aérea nacional para fazer e translado do corpo até Passo Fundo ou Chapecó. Caso o transporte aérea não fosse autorizado o translado deverá ocorrer pelo sistema rodoviário. A distância a ser percorrida é de aproximadamente 1.200 quilômetros.
Décio Pandolfi contou que a viagem para o Uruguai estava agendada desde o ano passado. Eles se encontraram em Bagé, junto com mais 15 pessoas, que seguiram em comboio para Piriápolis. Robson estava com a esposa e amigos e não tinha filhos. 
A polícia uruguaia abriu inquérito para investigar as duas mortes. De acordo com o pai, Robson estava no mar junto com um amigo e uma menino de 8 anos que integrava a comitiva de brasileiros. A criança contou para familiares que enquanto brincava com os amigos, percebeu um movimento estranho na água e areia e imediatamente tentou ir em direção da praia, sendo protegido Robson e Alexandre, que teria sido puxados pela correnteza. os corpos foram encontrados sem vida, apenas na manhã seguinte.
Robson Pandolfi era jornalista, professor universitário e sócio de uma agência de conteúdo que tem sede em Porto Alegre. Em dezembro anunciou a saída da Uniritter. Filho único de um relacionamento dos empresários Décio Pandolfi e Clara Spengler, Robson concluiu o ensino fundamental em Mariano Moro e o ensino médio no Instituto Barão do Rio Branco, em Erechim. Era mestre em computação aplicada e também estudou economia. Após rápido velório em Mariano Moro o corpo será cremado em Passo Fundo.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas