Publicidade

Segurança

Susepe divulga levantamento das atividades de inclusão social

Por Susepe
Foto Caroline Paiva

Na manhã de hoje (10), a Susepe divulgou as ações que incentivam a inserção social de presos dos estabelecimentos prisionais gaúchos, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) realizou um levantamento das principais atividades de inclusão efetivadas durante o ano de 2017.

Geração de vagas de trabalho

Em 2017, a Susepe, por meio da Divisão de Trabalho prisional do Departamento de Tratamento Penal, viabilizou 3.358 vagas de trabalho para presos. Os empregos são firmados através de um Protocolo de Ação Conjunta (PAC), que possibilita entidades privadas ou públicas a oferecerem trabalho renumerado aos apenados. O ano fechou com 201 PACs.

Atualmente, o total de presos trabalhando é de 11.174. O trabalho prisional neste caso inclui não só os PACs, mas também contratações via Consolidação las Leis do Trabalho (CLT), profissionais autônomos e as ligas laborais, que são atividades sem renumeração que ocorrem dentro das casas prisionais, como cozinha, artesanato e manutenção. As ligas laborais oferecem o direito à remição, onde a cada três dias trabalhados, diminui um dia da pena.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas