Publicidade

Rural

FAO divulga ações de certificação de orgânicos da Emater/RS-Ascar

Por Governo do RS
Foto Divulgação

A prática 'Ações integradas para a certificação de produtos orgânicos através de sistemas participativos de garantia', conduzido pela Emater/RS-Ascar em Santa Rosa, em parceria com a Associação Regional de Educação, Desenvolvimento e Pesquisa (Arede) e o Núcleo Missões da Rede Ecovida de Agroecologia, foi divulgada como experiência exitosa na Plataforma de Boas Práticas para o Desenvolvimento Sustentável (http://boaspraticas.org.br/index.php/pt/areas-tematicas/inclusao-socio-produtiva/743-certificadoorganico). Em breve, o texto será traduzido para o inglês, espanhol e francês.  

A plataforma é resultado do acordo assinado entre a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a Itaipu Binacional e o governo do estado do Paraná, com a proposta de disseminar e compartilhar um conjunto de iniciativas replicáveis de boas práticas desenvolvidas, inicialmente, nos três estados da Região Sul do Brasil, por meio da implementação de programas e projetos de apoio à agricultura (familiar e orgânica, inclusive), conservação ambiental, inovação tecnológica, energias renováveis, geração de trabalho e renda e fortalecimento de políticas públicas. Também pretende proporcionar a troca de experiências, sobretudo com nações latino-americanas e africanas, a partir do diálogo em prol do Desenvolvimento Sustentável.

A prática 'Ações integradas para a certificação de produtos orgânicos através de sistemas participativos de garantia', desenvolvida no Noroeste do Estado, consistiu em três etapas: o levantamento de dados e identificação de agricultores familiares da região que se propuseram a desenvolver os cultivos de base agroecológica e orgânica; a mobilização, capacitação e organização dos produtores e; a formação do núcleo e acompanhamento técnico-pedagógico.

Até agora, já foram certificadas 70 famílias da agricultura familiar. Em sete das propriedades acompanhadas, há a presença de 11 jovens que retornaram à propriedade e estão participando do processo produtivo. Também foram certificadas três agroindústrias. A certificação possibilitou a abertura de novos mercados e o incremento na comercialização de produtos orgânicos.

Os interessados em contribuir para o desenvolvimento sustentável, pode acessar http://www.boaspraticas.org.br e também curtir a página do Facebook https://www.facebook.com/boaspraticasDS.

Publicidade

Blog dos Colunistas