Euro R$ 4,01 Dólar R$ 3,25

Publicidade

Ensino

Diplomados em Engenharia Elétrica da URI são aprovados em mestrados

Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Os novos engenheiros eletricistas Anderson José Balbino, Fernanda Zambonin Boaretto, Leandro Benhur Klinger Fisch e Thiago Lazzari, graduados no dia 5 de janeiro, foram aprovados em três processos seletivos de mestrado.

Anderson obteve aprovação no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica nas Universidades Federais de Minais Gerais (UFMG); de Santa Maria (UFSM); e de Santa Catarina (UFSC), na área de concentração de Eletrônica de Potência.

Fernanda e Leandro foram aprovados no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Catarina, na área de Eletrônica de Potência e Acionamentos Elétricos.

Thiago conseguiu aprovação no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Maria, sendo que irá desenvolver seus estudos na área de Controle e Acionamento de Máquinas Elétricas.

Anderson Balbino, que inicia as aulas no dia 26 de fevereiro na UFSC, disse: “Tive a oportunidade de desenvolver pesquisas na área de Sistemas Fotovoltaicos durante a graduação, a qual tem como objetivo a geração de energia elétrica a partir do Sol. Esta área me despertou grande interesse, uma vez que as energias renováveis estão ganhando amplo destaque no cenário energético mundial”.

Para ele, “a dedicação aos estudos foi de suma importância para que eu obtivesse as três aprovações e a bolsa de pesquisa disponibilizada pela UFSC, bem como a participação em projetos de iniciação científica, congressos, publicações e experiência industrial. Destaco, ainda, o meu reconhecimento aos mestres que tivemos na universidade e ao grupo do curso de Engenharia Elétrica. Agora uma nova fase se inicia, abrindo portas para a conquista de mais conhecimento e qualificação”, ressalta Anderson.

Para o coordenador do curso, professor Adilson Luís Stankiewicz, "a qualidade do curso, o trabalho desenvolvido pelo corpo docente e as excelentes condições que a URI dá para os trabalhos de Iniciação Científica são fatores que alavancaram o grande número de aprovações em programas de mestrado de reconhecimento internacional. Durante o curso, os alunos puderam vivenciar as atividades de pesquisa com os professores, em projetos financiados pela universidade e empresas parceiras. Estas vivências despertam o futuro profissional para a carreira acadêmica. Agora desejamos um futuro de muita dedicação aos estudos para nossos egressos que logo serão nossos colegas professores, com excelente qualificação".

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas