Publicidade

Ensino

Volta às aulas leva mais de 18 mil alunos à rede de ensino

1.jpg
Por Karine Heller
Foto Arquivo BD

Após as férias, a segunda quinzena de fevereiro será marcada pelo retorno às aulas para os mais de 18 mil estudantes de Erechim. Na rede pública estadual as aulas recomeçam entre os dias 19 e 26 de fevereiro, de acordo com o calendário escolar de cada instituição de ensino. Somente da rede estadual, mais de 8,7 mil estudantes voltam às salas de aula das 23 escolas do município. Em toda a região de abrangência da 15ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), o número chega a 21,8 mil alunos nas 111 escolas de Erechim e região. Na rede municipal de ensino, o ano letivo inicia dia 19 de fevereiro para 6,3 mil alunos da educação infantil, ensino fundamental e Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).

Grande parte das instituições de ensino da rede privada retoma as aulas no dia 19 de fevereiro, conforme calendário sugerido pelo Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe/RS). De acordo com o sindicato, cada instituição tem autonomia para definir suas datas, desde que os 200 dias letivos previstos em lei sejam cumpridos.
O calendário da rede privada em Erechim estabelece o início das aulas entre os dias 14 a 19 de fevereiro. No Colégio Franciscano São José, 950 alunos retornam no dia 14 de fevereiro. Na Escola de Educação Básica da URI, o retorno está marcado para 19 de fevereiro com a volta de 900 estudantes. A Escola Adventista de Erechim recebe os seus 156 estudantes também no dia 19. Já no Colégio Marista Medianeira, os alunos do segundo ano do ensino fundamental ao ensino médio, iniciam o ano letivo no dia 14 de fevereiro. Do primeiro ano do ensino fundamental no dia 16 e os alunos da educação infantil no dia 19. A escola tem 715 alunos matriculados para o ano letivo. O Instituto Anglicano Barão do Rio Branco retoma suas atividades escolares para os mais de 900 estudantes no dia 14 de fevereiro para os alunos de curso superior, no dia 16 para as crianças da educação infantil e no dia 19 para os estudantes do ensino fundamental e médio.

Prepare os filhos para a volta às aulas

Durante as férias, as crianças mudam de ritmo, acordam mais tarde, fazem as refeições fora de hora. Agora, com a volta às aulas, elas precisam se adaptar à rotina. Para evitar problemas com o rendimento escolar e o aumento da ansiedade, o ideal é começar a prepará-las na última semana de descanso. Para a psicóloga, Lisandra Garcia a confiança dos pais é de fundamental importância para que os estudantes se adaptem no início do ano letivo.

“Os estudantes, principalmente as crianças passam por um processo de adaptação com a chegada em uma nova escola, novos colegas, novos professores. Para isso, é fundamental que os pais estejam seguros e confiantes com a instituição de ensino escolhida e que passem esse sentimento para os filhos. Com isso, o processo de adaptação será bem mais satisfatório. Além disso, aqueles que retornam também passam por adaptações. Estavam em férias e agora a rotina é outra. Porém, vale reforçar que não basta estabelecer o preparo para a volta às aulas. É preciso motivar a garotada. Conversar sobre o aprendizado que vai ter ao longo do ano é uma boa dica", explicou a psicóloga.

Segurança no transporte

Pioneiros no transporte escolar em Erechim, a empresa Tio Barbudo e Filhos, atua há 43 anos no mercado. Hoje são quatro veículos micro-ônibus que servem para o transporte escolar de cerca de 200 estudantes do turno diurno das escolas particulares e públicas de Erechim. De acordo com o sócio proprietário, Ricardo Lima Majewski, os estudantes que utilizam o transporte têm idades entre 0 a 15 anos.

“Nossa principal preocupação é com a segurança dos estudantes. Por isso nossos veículos não são as vans escolares e sim os micro-ônibus para o controle da porta seja feito pelo motorista. Além disso, temos a preocupação de manter os carros em dia, com todos os equipamentos de segurança necessário para a boa e legal condução dos estudantes porta a porta. Para os pais, a nossa dica é que estejam atentos às empresas que oferecem o serviço, que se informem e tomem referências não só da empresa, como dos motoristas, que saibam das condições dos veículos. E essa fiscalização deve ser permanente. Não somente na hora de contratar. É preciso que os pais estejam vigilantes durante todo o período da prestação do serviço. São pequenos detalhes, como por exemplo cinto de segurança, capacidade de lotação, sinalização, vistoria, autorização, que fazem a diferença na segurança do transporte escolar para jovens e crianças”, declarou o empresário.

Calendário de volta às aulas

Instituição de ensino

Data de retorno

Colégio Franciscano São José

14/02

Colégio Marista Medianeira

14, 16 e 19/02

Instituto Anglicano Barão do Rio Branco

14, 16 e 19/02

Escola de Educação Básica da URI

19/02

Escola Adventista de Erechim

19/02

Rede municipal

19/02

Rede estadual

19 a 26/02

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas