Publicidade

Segurança

Condenada é presa em Erechim

Mulher de 50 anos teve prisão decretada pela Justiça de Foz do Iguaçu

Foragida já havia sido presa pela Polícia Civil de Erechim no ano passado
Por Da Redação - jornalismo@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

Agentes da Delegacia Especializada de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Erechim, prenderam na semana passada uma mulher foragida da Justiça do Paraná. De acordo com nota divulgada pela Polícia Civil, Helena Fátima Martin (50) é condenada por tráfico de droga e foi presa na sexta-feira (3).
A prisão ocorreu na Praça Boleslau Skorupski no momento em que a apenada caminhava em direção da Avenida Cardoso. Conforme o delegado Gustavo Ceccon, a ação policial foi motivada pela Polícia Civil de Foz do Iguaçu, que entrou em contato com a Defrec comunicando a expedição de um mandado de prisão contra Helena que estava residindo em Erechim.
A reportagem do Jornal Bom Dia procurou informações sobre a sentença, mas até o fechamento desta edição, não conseguiu obter informações sobre a pena. Helena Fátima Martin foi recolhida ao Presídio Estadual de Erechim e nos próximos dias deverá ser levada para cumprir a pena na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu. O processo foi aberto em 2016.
A mulher já havia sido presa pela própria Defrec em maio do ano passado, suspeita de traficar grande quantidade de drogas juntamente com outros criminosos. O grupo que Helena fazia parte foi preso em flagrante em Erechim no dia 28, transportando mais de dez quilos de crack e aproximadamente 27 quilos de maconha vinda de Foz do Iguaçu para ser distribuída em Erechim e também na região Metropolitana de Porto Alegre. 
A quadrilha foi surpreendida por volta das 12h30 do dia 28 de março de 2017 em uma residência localizada na Rua Machado de Oliveira, Bairro Linho. Os entorpecentes estavam escondidos na parte interna de um automóvel modelo Fiat/Tempra, com placas de Foz de Iguaçu/PR. Naquele dia a Polícia Civil denominou o grupo de "Atravessadores", pois eles realizavam o transporte das drogas entre os estados do PR e SC até chegar aos traficantes que fazem a venda direta aos consumidores.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas