Publicidade

Segurança

Trânsito faz mais uma vítima fatal

Aposentado não resistiu aos ferimentos provocados pela colisão entre uma motocicleta e um automóvel

Hélio Saúgo moreu aos 53 anos
Por Antonio Grzybowski - jornalismo@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação

O trânsito erechinense fez mais uma vítima. O aposentado Hélio Saúgo (53), não resistiu aos ferimentos graves na cabeça provocados pela colisão entre uma moto e um automóvel e morreu na manhã de ontem (12) no Hospital Santa Terezinha. O corpo será enterrado hoje (13) no intereior de Entre Rios do Sul.
Saúgo morava no Bairro Jacobicabal e estava se deslocando para uma propriedade rural localizada nas proximidades do local do acidente. Ele conduzia uma motocicleta pela BR 480, sentido Erechim-Barão de Cotegipe, quando na altura do KM 69,4, fez manobra para ingressar em uma estrada vicinal e acabou sendo atingido por um automóvel Fiat/Toro que trafegava no mesmo sentido. 
Familiares relataram que a vítima fazia o mesmo trajeto, todos os dias. A atividade no meio rural passou a ser rotina desde que que a vítima se aposentou. Antes, Saúgo trabalhava como operário em uma empresa terceirizada do ramo industrial de alimentos.
De acordo com a Polícia Federal a condutora do veículo, de 42 anos, relatou que foi surpreendida pela conversão de Saúgo e não conseguiu evitar a colisão. A vítima transportava um saco com mandioca pode ter perdido o equilíbrio da moto na hora do acidente, ou ter feito a manobra à esquerda, sem a devida atenção com o trânsito no trecho de reta nas duas pistas.
Hélio Saúgo era casado e pais de três filhos. O corpo passou por necropsia, em Passo Fundo, e retornou a Erechim por volta das 19h. O velório iniciou na capela mortuária do bairro onde e morava e, por volta de 22h, seguiu para Entre Rios do Sul, onde será enterrado na manhã de hoje no Distrito de Vila União.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas