Publicidade

Ensino

Engenharia Mecânica do IFRS é o melhor curso no Estado segundo o Enade 2017

Em exame realizado com estudantes concluintes, curso foi o único a obter a nota máxima entre as instituições de ensino gaúchas que participaram da avaliação

Engenharia Mecânica do Campus Erechim do IFRS é o melhor curso da área ofertado no Estado segundo o
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Na última terça-feira, dia 9 de outubro de 2018, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os Indicadores da Educação Superior 2017. Entre eles está o Conceito Enade (CE), que compila o resultado da avaliação dos estudantes concluintes de graduação em prova específica. O curso de Engenharia Mecânica do Campus Erechim do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) obteve o conceito 5 no exame, o que demonstra um desempenho excelente em relação ao referencial de qualidade (o índice varia de 1 a 5, em que 1 representa um desempenho inexistente e 5 o desempenho máximo). Dos 290 cursos da área avaliados na edição de 2017, apenas 13 obtiveram o conceito 5, e a Engenharia Mecânica do Campus Erechim do IFRS é o único do Estado a receber a nota máxima na avaliação.

Realizado no segundo semestre de 2017, o Enade contou com a participação de 20 concluintes do curso naquele ano. Para o coordenador, Alisson Dalsasso Corrêa de Souza, o conceito representa o resultado do esforço dos estudantes do curso e de um trabalho realizado com qualidade por todos os servidores da instituição: “O resultado é uma conquista dos estudantes, indicando o comprometimento que tiveram ao longo do curso. Também é um grande orgulho para os servidores do IFRS, demonstrando as nossas potencialidades e o trabalho desenvolvido em favor de uma educação pública, gratuita e de qualidade”.

Estudantes brasileiros que participaram do exame já podem consultar seu boletim de desempenho no site portal.inep.gov.br.

Sobre o Conceito Enade (CE)

É um indicador de qualidade calculado a partir dos desempenhos dos estudantes concluintes dos cursos de graduação no Enade. O indicador é resultante da média ponderada da nota padronizada dos concluintes na prova de Formação Geral (10 questões, sendo 8 objetivas e duas discursivas, comum para todas as áreas avaliadas) e na de Conhecimento Específico (30 questões, sendo 27 objetivas e três discursivas). Na avaliação da educação presencial deste ano, 4,9% dos concluintes que realizaram o Enade obtiveram o conceito 1; 27,6%, o conceito 2; 39,1%, conceito 3; 22,4%, conceito 4; e apenas 6,1% o conceito 5.

Entre as instituições avaliadas, aquelas que obtiveram maior índice de cursos com conceito 5 foram as universidades públicas federais, seguidas pelas estaduais.

Publicidade

Blog dos Colunistas