Publicidade

Ensino

Acadêmica da URI é selecionada em programa nacional

Jessica Dagostini: “Será uma oportunidade única para desenvolver as habilidades científicas”
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

A acadêmica Jessica Imlau Dagostini, do Curso de Ciência da Computação da URI, foi selecionada para o 28º Programa de Bolsas de Verão do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), que ocorrerá entre os meses de janeiro a março de 2019.

Este programa tem o intuito de estimular jovens estudantes, de toda a América Latina e do Caribe, que tenham vocação para a pesquisa científica. Dentre 559 inscritos para o programa neste ano, Jessica está entre os 26 selecionados do país e entre os três selecionados do Rio Grande do Sul.

O programa é voltado para estudantes das áreas de Ciências Exatas e da Terra (incluindo engenharias), das Ciências Biológicas e da Saúde. A seleção é bastante criteriosa, exigindo dos candidatos excelente desempenho acadêmico, envolvimento com pesquisa científica e cartas de recomendação de 3 professores.

As atividades do programa serão realizadas em Campinas, São Paulo, onde está localizado o câmpus do CNPEM. O local abriga quatro laboratórios, incluindo o de luz síncroton de 4ª geração Sirius, que teve sua primeira fase inaugurada no dia 14 de novembro deste ano. Este laboratório será o segundo no mundo a operar nesta geração da luz síncroton.

Jessica, que atualmente cursa o 8º semestre de Ciência da Computação, está envolvida com a iniciação científica desde o Ensino Médio, onde foi bolsista do PIBIC/EM/CNPq sob orientação do professor Clemerson Pedroso. Agora, na graduação, participa de projetos de pesquisa desde o primeiro ano de Curso, sob orientação do professor Neilor Tonin, além de fazer parte da equipe do portal URI Online Judge.

Segundo a acadêmica, será uma excelente experiência: “Desde que tive a oportunidade de participar da iniciação científica júnior no Ensino Médio, descobri na pesquisa uma paixão. A seleção para o 28º PBV do CNPEM é algo incrível e, de certa forma, um fruto da semente que me foi plantada no Ensino Médio e regada ao longo de todo meu período como bolsista na graduação. Será uma oportunidade única para desenvolver minhas habilidades científicas e um enorme privilégio de poder estar em um dos maiores centros de pesquisa do país”.

Nos dois meses do programa, os selecionados deverão desenvolver pesquisas individuais, orientados por pesquisadores de um dos laboratórios que compõem o CNPEM. Ao final do período, eles deverão apresentar relatórios e seminários com os resultados obtidos em seus projetos. A lista completa dos selecionados e mais informações sobre o programa podem ser encontradas em https://pages.cnpem.br/bolsasdeverao/.

Publicidade

Blog dos Colunistas