13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77

Publicidade

Ensino

Secretaria aguarda parecer técnico para iniciar reparos na estrutura

Instituição está apresentando fissuras na estrutura
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

Algumas fissuras na estrutura da Escola Municipal de Educação Infantil São Cristóvão estão preocupando a comunidade e os órgãos responsáveis. Para entender o caso e os direcionamentos do poder público, a reportagem do Jornal Bom Dia conversou com Diego Riedel, que compõe o setor de obras da Secretaria Municipal de Educação. 
Segundo Riedel, a primeiro passo para solucionar o problema já está sendo realizado. "Nós estamos produzindo um relatório com imagens de todo o ambiente escolar que envolve a estrutura física, para encaminhar uma perícia que vai indicar um laudo da situação da escola", afirmou. 
O parecer técnico é importante para evitar que as fissuras retornem à paisagem da instituição e não negligenciar os recursos públicos. "É uma situação que demanda um especialista. Como na Secretaria não temos técnicos e pessoas especializadas em estrutura, estamos procurando esses peritos", pontuou o servidor.  
Desta forma, o setor de obras já está levantando dados sobre a escola para agilizar a contratação da perícia técnica. "Assim que for definido o profissional, ele irá emitir um boletim técnico para nos orientar com relação aos reparos. Com isso, tudo aquilo que for indicado no diagnóstico, nós pretendemos resolver", reforçou Riedel. 
A postura da Secretaria se justifica pela responsabilidade com a manutenção. "Não podemos pecar por negligência, por isso estamos procurando alguém que entenda da área, para evitar que os reparos feitos neste momento surjam novamente em poucos meses. O diagnóstico é importante para fundamentar a manutenção correta", pontuou. 
Outra questão que envolve esse cuidado é a forma como a instituição foi construída. "Ela já apresentou diversos problemas porque o projeto de construção não foi bem planejado", concluiu. 
Conforme publicado no site da prefeitura, a escola, que iniciou suas atividades em 1961, teve a construção de um novo prédio há pouco mais de dez anos, visando atender a demanda escolar. Atualmente, a instituição conta 336 estudantes de um a cinco anos de idade. 

 

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas