22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04

Publicidade

Erechim

Vendas de produtos da Páscoa não registraram crescimento

Já para os consumidores que estimavam o pós-feriado para adquirir produtos com preços mais acessíveis - como tradicionalmente acontece em outros anos -, as opções estão restritas

No supermercado Querência os ovos de Páscoa estão à venda com preço de custo
Mesa de autoridades
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

As expectativas para vendas de Páscoa eram positivas, contudo, contrariando as projeções, em 2019 os supermercados gaúchos registraram estagnação em comparação ao ano passado. O cenário se aplica também a Erechim, em que itens específicos do feriado não apresentaram compras expressivas. Já para os consumidores que estimavam o pós-feriado para adquirir produtos com preços mais acessíveis - como tradicionalmente acontece em outros anos -, as opções estão restritas. 
No supermercado Querência as vendas não foram diferentes de 2018. "Desde o ano passado esperávamos aumento nas vendas, mas também não aconteceu. Agora em 2019 percebemos uma preferência pelos bombons e barras de chocolate, em função dos valores. Acredito que as pessoas estão optando por presentes mais baratos e, por isso, a venda de ovos de Páscoa ficou restrita", destacou a proprietária Silvania Martovcz. 
Silvana atribuiu os resultados ao clima chuvoso que marcou o sábado de Páscoa. "Ao longo da última semana nós tivemos um movimento significativo, no entanto, como as pessoas sempre deixam as compras para as últimas horas e o sábado foi um dia frio e com garoa, isso pode ter atrapalhado os planos das famílias", ressaltou. 
Neste cenário, alguns produtos ainda estão à venda, oferecendo mais uma oportunidade aos consumidores. "Aqui no Querência os produtos que sobraram já estão à disposição com preço de custo. Assim, quem não comprou poderá presentear os familiares", concluiu Silvana. 
Já a avaliação do hipermercado Master Sonda, aponta que sobraram aproximadamente 5% dos produtos de Páscoa, mas os fornecedores e indústrias irão retirar o excedente. "Com isso, não planejamos ações promocionais de ovos de Páscoa", pontuou em nota encaminhada ao Jornal Bom Dia.

Cenário positivo no Passarela Supermercados
Por outro lado, no Passarela Supermercados o balanço é positivo. "Nós conseguimos vender todo o estoque de ovos de Páscoa produzidos na 'casa', sobraram apenas alguns itens de outras empresas. Nossas expectativas foram superadas, principalmente considerando que não tínhamos um parâmetro, afinal, nossa loja é nova. No entanto, em toda a rede, o Passarela Erechim foi a unidade que mais se destacou nas vendas do último sábado", pontuou a assessoria de comunicação, informando, ainda, que não haverá ações promocionais. 

Venda de peixes vivos também não superou expectativas 
Na venda de peixes vivos o cenário também não foi favorável. De acordo com o único produtor autorizado a comercializar os peixes vivos em Erechim, Vonei Kuskoski, as vendas foram razoáveis. 
Muitos fatores podem estar vinculados a esse resultado e Kuskoski acredita que um deles é a burocracia envolvida na comercialização do produto. "A venda legal de peixes vivos é bem delicada e quem se dispõe a trabalhar de maneira correta, às vezes é prejudicado, assim como os consumidores, levando em consideração que ingerem um produto com qualidade inferior", destacou. 
No total, Kuskoski registrou venda de 10 toneladas na propriedade e 6,600 toneladas na Feira do Produtor. "Esse resultado é curioso, pois espera-se o contrário, que as vendas na feira sejam maiores, mas esse ano aconteceu essa peculiaridade", reforçou o produtor, citando que os dias que mais registraram vendas foram a quinta e sexta-feira da última semana. Ao longo do ano a comercialização do peixe vivo prossegue na propriedade de Kuskoski. 

Publicidade

Blog dos Colunistas