22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,52 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,52 Dólar R$ 4,04

Publicidade

Segurança

Assaltante que matou policial em Porto Xavier é de Erechim, diz polícia

Ezequiel David Trindade, de 30 anos, natural de Erechim
Luciano Aguilar de Mattos, de 43 anos, natural de Porto Lucena
Por Alan Dias
Foto Polícia Civil

Atualização às 13h07min: No final da manhã de hoje (7), um agricultor aposentado, de Porto Lucena, encontrou um corpo em área próxima de onde ocorreu o cerco policial. Ao lado do cadáver havia uma mochila com dinheiro e um fuzil. A suspeita é de que se trate do erechinense foragido, mas a confirmação só ocorrerá através de exames periciais.

 

O delegado Heleno dos Santos, que investiga o ataque a banco em Porto Xavier ocorrido no início da tarde do último dia 24 de abril, disse em entrevista coletiva realizada na segunda-feira (6), que o autor do disparo de fuzil que matou o soldado da Brigada Militar, Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, seria o erechinense Ezequiel David Trindade, de 30 anos. Conforme o delegado, a identificação ocorreu através de trabalhos periciais.

O criminoso possui extensa ficha policial e se encontra foragido da justiça desde fevereiro deste ano, quando juntamente com outros dois detentos, escapou do Presídio Estadual de Cruz Alta. Atualmente, Trindade, que em Erechim e região possui passagens por roubos e tentativa de homicídio, é apontado como um dos maiores assaltantes de banco no Estado. Ainda de acordo com o relato do delegado na entrevista coletiva, o erechinense seria o líder da quadrilha que realizou o assalto em Porto Xavier.

Por crimes como porte de armas e roubos violentos, Trindade acumula pena de 32 anos, e se encontrava no regime semiaberto desde outubro do ano passado. Em Erechim ele possui duas condenações, em Marcelino ramos, uma, em Getúlio Vargas, uma e em Três Passos, são três condenações, além disso, ainda responde por outros crimes, inclusive na região da Serra Gaúcha.

Em 2014, quando cumpria pena no Presídio Regional de Passo Fundo, Trindade teria se envolvido em uma briga no pátio da penitenciária e feriu dois detentos com golpes de estoque (faca artesanal).

A polícia acredita que ele e um comparsa tenham fugido para outro Estado após conseguirem escapar do cerco policial montado em Porto Xavier, que se estendeu por nove dias e envolveu mais de 150 agentes.

A ação policial resultou nas prisões de quatro envolvidos no roubo, entre eles um policial militar aposentado, e na morte de um quinto, após confronto. De acordo com informações, do assalto os ladrões teriam levado cerca de R$ 1,1 milhão. Parte do dinheiro foi recuperado pela polícia.

O comparsa de Trindade, que também teria conseguido escapar do cerco foi identificado como Luciano Aguilar de Mattos, de 43 anos, e natural Porto Lucena. Ambos procuram mudar com frequência de aparência e estão com prisões preventivas decretadas. Ele teria sido ferido durante os confrontos ocorridos após o assalto.

Publicidade

Blog dos Colunistas