22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,39 Dólar R$ 3,91
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,39 Dólar R$ 3,91

Publicidade

Ensino

UFFS terá atividades da Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária

Ações no Campus Erechim começam nesta terça-feira (21) e têm apoio de diferentes entidades e movimentos sociais

cartaz IV jura UFFS Erechim
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim recebe nos próximos dias atividades relacionadas à sexta edição da Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária (JURA). De acordo com o professor Ulisses Pereira de Mello, as ações são organizadas pelo coletivo “UFFS – Campus Erechim em defesa da Reforma Agrária” e têm apoio de diferentes movimentos sociais.

Segundo o docente, a JURA deste ano tem por objetivos “manifestar a defesa da educação pública de qualidade e da reforma agrária popular; lutar contra toda prática de criminalização dos movimentos sociais populares e reconhecer a legitimidade das suas lutas em defesa da qualidade da alimentação do povo brasileiro e da democratização da terra, da educação, da cultura e da comunicação”.

Desde 2014 várias universidades brasileiras realizam atividades ao longo dos meses de abril e maio em comemoração ao Dia Internacional das Lutas Camponesas, celebrado em 17 de abril em homenagem aos mortos no massacre de Eldorado dos Carajás (PA) no ano de 1996. Em 2018 foram realizadas mais de 60 JURAs no Brasil, sendo a maioria nas regiões Nordeste e Sudeste.

As atividades que ocorrerão na UFFS têm apoio de: Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Movimento dos Atingidos por Barragens, Movimento das Mulheres Camponesas, Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA), Levante Popular da Juventude, Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil (FEAB), DCE Resistência Erexim e Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Programação

Todas as atividades ocorrem no Auditório do Bloco dos Professores.

21 de maio

17h - Apresentação e discussão do filme “Matopiba”

22 de maio

17h - Apresentação e discussão do filme “Brumadinho: quando o lucro vale mais”

23 de maio

8h30 - Abertura, teatro e mística.

9h às 12h - Mesa: “História e atualidade das lutas pela terra na Região do Alto Uruguai Gaúcho”. Participantes: Toninho Cepo (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra; Cacique Joel Kuaray Pereira (Terra Indígena Mato Preto); e Tatiane Paulino (Movimento dos Atingidos por Barragens).

12h às 13h30 - Almoço.

13h30 às 14h30 - Disputas territoriais na Venezuela: vivências. Participantes: estudantes da III Turma de Agronomia – PRONERA/Instituto Educar.

14h30 às 15h45 - Grupos de Discussão (GDs): 1) Questão agrária: Toninho Cepo - MST; 2) Defesa da Educação Pública: Marisa Betiatto – CPERS; 3) Direitos Humanos: Grasiele Berticelli – MAB; 4) Os impactos da reforma da Previdência para os agricultores: Adriana Mezadri - MMC.

15h45 às 16h - Intervalo.

16h às 16h30 - Socialização dos GDs.

16h30 às 17h - Discussão e encaminhamentos.

17h às 17h30 – Encerramento.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas