0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Segurança

Brigadianos da reserva protestam em frente ao 13º BPM

IMG_2076.JPG
Por Alan Dias
Foto Alan Dias

“Se o pacote passar, a Brigada vai parar”. Com essa frase de ordem, dezenas de policiais da reserva altiva da Brigada Militar realizaram uma manifestação, na manhã desta sexta-feira (13), em frente ao 13º BPM, em Erechim.

Os policiais protestam contra o pacote de medidas apresentado pelo governador Eduardo Leite (PSDB) e que tem oito projetos que alteram as regras das carreiras e da Previdência dos servidores públicos estaduais. Segundo eles, as medidas as propostas do governo são inconstitucionais e irão atingir não só o funcionalismo, mas a sociedade gaúcha, pois afetam diretamente e de forma negativa a Educação, a Saúde e a Segurança. O grupo também criticou a política de parcelamento dos salários, que acontece desde a gestão anterior e lembrou que, ao mesmo tempo em que o Governo do Estado pretende tirar direitos dos servidores, concede isenção para grandes devedores.

Para o policial rodoviário aposentado, Lauro Pedot, “O governador e os deputados que apoiam o pacote, deveriam dar o exemplo e reduzir seus salários. Temos convicção que estamos lutando pelo que é justo”.

Segundo ele, “essa proposta quer tirar muito mais que um terço do nosso salário, de soldado a tenente. O pacote de medidas é maquiavélico e as categorias que trabalham pela segurança vêm sendo tratadas de forma preconceituosa e vil. Somos vítimas da situação financeira do Estado”.

A manifestação ocorre de forma pacífica e não impediu que o policiamento ostensivo fosse para o patrulhamento.

Publicidade

Blog dos Colunistas