22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,34 Dólar R$ 5,33
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,34 Dólar R$ 5,33

Publicidade

Rural

Produtores iniciam plantio de trigo na região do Alto Uruguai

Ilustração
Por Ascom Emater/RS-Ascar Erechim
Foto Ilustração

Os produtores da região do Alto Uruguai iniciaram o plantio das lavouras de inverno safra 2020/2021. As lavouras de trigo já estão com 15% da área a ser semeada plantada. A área deve ter um leve crescimento em relação à safra passada, quando foram cultivados 27.850 hectares, segundo informativo conjuntural do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim. Também está em fase de plantio as lavouras de cevada com previsão inicial de cultivo entre 9 mil a 10 mil hectares na região. A cultura depende de contratos com a Ambev.

A colheita das lavouras de milho, com área cultivada de 42.825 hectares, está encerrada, de acordo com a Emater/RS-Ascar, parceira da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). A produtividade ficou em 7.880 kg/ha (131sc/ha), com perdas de 15% da produtividade devido à estiagem.  O preço médio de comercialização da saca, na semana passada, foi R$ 42,00/sc. Também está praticamente colhida a safra de feijão safrinha, com área cultivada de 977 hectares, com produtividade de 1.200 kg/ha, preço R$ 180,00/sc.

Até o momento foram realizados 1.421 projetos de custeio e investimentos, totalizando R$ 53.143.891,00 na região do Alto Uruguai.

Pastagens

As pastagens de verão não apresentam mais produtividades significativas. Já as pastagens anuais de inverno estão com ótimo desenvolvimento e em pleno pastoreio, segundo levantamento da Emater/RS-Ascar.

Bovinocultura de corte

Na semana passada, foi constatada   boa procura por boi gordo, especialmente das raças europeias. Há boa oferta de bezerros. Os rebanhos estão em boas condições sanitárias. Os preços dessa semana foram: boi gordo, R$ 6,00/kg vivo; vacas de descarte, R$ 5,00/kg vivo e terneiros, R$ 6,50/kg vivo. Preço em baixa na semana. Mercado predominantemente regional.

Bovinocultura de leite

Com a proximidade do inverno e aumento da umidade, muitas granjas estão com problemas de manejo dos animais e das instalações.  Alguns locais, como corredores e sala de espera, apresentam muita umidade e lama, ocasionando muitos problemas, levando parte dessa sujidade para dentro da sala de ordenha. Isso dificulta muito a limpeza dos tetos e úbere dos animais e pode comprometer a qualidade do leite. Alguns municípios estão investindo forte em novas matrizes e novas instalações com intuito de ampliar consideravelmente a produção de leite.

As temperaturas mais amenas e aumento na oferta de forragem de alta qualidade têm levado a um aumento da produção dos animais. Os animais estão com uma oferta maior de pastagem, possibilitando a redução da quantidade de ração e silagem. O leite foi cotado em média a R$ 1,30/L.

Fruticultura

Morango

 As mudas de morango, com área na região de 8,10 ha, estão se desenvolvendo bem com boa floração e produção inicial. As mudas do ciclo anterior estão produzindo bem em função das baixas temperaturas. Preço para o produtor R$ 15,00/kg.

Laranja

As variedades de ciclo médio estão em fase de desenvolvimento do fruto, mas apresentam frutas de menor tamanho em função da estiagem. Preços para indústria de R$ 0,33/kg, variedades de mesa como salustiana, iapar, rubi R$ 0,60/kg para consumo in natura.

Bergamota

A bergamota, com área plantada de 334,0 hectares na região, a produção prevista de 4.275 toneladas para este ano. Montenegrina em fase de desenvolvimento de frutos. Já as variedades como caí, clemenules e dekopon estão sendo comercializada para suco em função da falta de compradores in natura.

Figo

Existe ainda pequena produção em Jacutinga, com preços de R$ 12,00/kg in natura. Área existente de 37,10 ha na região.

Noz pecã

A cultura teve um crescimento de plantio de área existente de 97,0 hectares. Os produtores preparam o produto colhido para a venda. Preço R$ 15,00/kg.

Apicultura

O clima frio registrado na última semana inibiu a ação das abelhas. Há baixa oferta de floradas. Os apicultores estão realizando alimentação artificial dos enxames. O mel está sendo comercializado entre R$ 12,00 (atacado) e R$ 22,00/kg (varejo). O pólen com embalagem de 130 gramas 15,00 reais; a própolis com embalagem de 100 ml 15,00 reais.

Piscicultura

 Está encerrada a prática de repovoamentos dos açudes. Os escritórios municipais da Emater/RS-Ascar não estão mais aceitando reservas de alevinos. Com as baixas temperaturas, há pouco desenvolvimento dos peixes. As chuvas ocorridas na semana melhoraram a qualidade da água dos tanques. Para as carpas das linhagens cabeça-grande, húngara e prateada, os valores médios de comercialização estabilizaram em R$ 10,00, enquanto que a carpa capim foi vendida a R$ 12,00; jundiá R$ 18,00, dourado R$ 29,00; traíra R$ 13,00/kg e Filé de Tilápia R$ 25,00/kg. A comercialização realizada basicamente em feiras municipais.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas