0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Erechim

“O sindicato perdeu a chance de participar presencialmente”, afirma secretário de Obras

Determinação judicial suspende audiência pública de água e esgoto em Erechim

O edital para concessão de água e esgoto em Erechim, se arrasta desde 2016
Secretário de Obras Públicas, Vinícius Anziliero: “Eu prefiro falar olhando para as pessoas. O sindi
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

A prefeitura de Erechim, através da Secretaria Municipal de Obras Públicas, Habitação, Segurança e Proteção Social, em função de determinação judicial, suspendeu a audiência pública para apresentação do edital com as alterações para os serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário, que aconteceria sexta-feira (26) à tarde, no Centro Cultural 25 de Julho.

Contrato bilionário

Não tem data para realização de nova audiência dessa novela que se arrasta desde 2016, de um contrato de 30 anos, que deve movimentar mais de R$ 2,4 bilhões. A determinação judicial foi assinada pelo juiz, Juliano Rossi, em função do decreto de calamidade pública vigente em Erechim e para evitar aglomeração de pessoas.

De forma 100% virtual é possível

A Ação foi ajuizada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgoto do Estado do Rio Grande do Sul (Sindiágua/RS). Segundo o pedido, o debate é de grande importância, porém em um momento inoportuno em razão da pandemia da Covid-19. Tentaram administrativamente mas receberam a negativa do Executivo erechinense que disse ter tomado todas as medidas sanitárias necessárias para a realização da audiência pública. Na sua decisão, o juiz Juliano Rossi afirma que o município poderia ter feito a audiência 100% virtual, através de várias plataformas existentes para essa finalidade.

Sem data definida

O secretário de Obras Públicas, Vinícius Anziliero repassa que ficaram sabendo da suspensão no final do dia 25 (quinta-feira): “iremos fazer a audiência pública toda virtual”. Mas ainda não tem data definida. Para efeito de registro, esse edital vem se arrastando desde 2016: Eu prefiro falar olhando para as pessoas, infelizmente o sindicato vai me fazer falar olhando para uma câmera. Perderam a chance de participar presencialmente”, finaliza o secretário.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas