16°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,32 Dólar R$ 5,38
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,32 Dólar R$ 5,38

Publicidade

Erechim

Equipes de Erechim seguem trabalhos pós temporal

De acordo com a administração, o trabalho foi intenso para reparar os danos da tempestade que causou transtorno a milhares de cidadãos, residências e vias públicas

Divulgação
Por Ascom/ Prefeitura de Erechim
Foto ASCOM

De acordo com administração pública de Erechim, ao iniciar a tempestade que atingiu o município e região na tarde de ontem (30), o prefeito Luiz Francisco Schmidt entrou em contato com secretários municipais para que agilizassem suas equipes numa grande operação pelos bairros da cidade e interior. “Imediatamente todos se mobilizaram para fazer levantamento dos estragos e possíveis vítimas. Se espalhou uma verdadeira força de trabalho para atender o grande número de ocorrências”, conta o Prefeito. Ele diz que esta terça-feira, testou a eficiência dos órgãos de segurança do Município e também a união de diferentes segmentos da sociedade civil: “O que se viu foi um resultado ágil e positivo no combate aos estragos causados pela intempérie”, salienta.

A Guarda Municipal de Trânsito, a Força Voluntária do Alto Uruguai e a Defesa Civil de Erechim tiveram esforços somados a equipes do Corpo de Bombeiros, Polícias Rodoviária Estadual e Federal, Brigada Militar, Jeep Club, Creral, Guinchos Lindóia e Avante da EGR. O trabalho foi intenso para reparar os danos da tempestade que causou transtorno a milhares de cidadãos, residências e vias públicas.

Na coordenação da Defesa Civil de Erechim, Josué Rosa Pinto ressalta a importância da colaboração de tantos voluntários e profissionais que saem a campo para solucionar os problemas que se multiplicam pela cidade em um episódio como o de ontem. Desde o início da tempestade e ainda no dia de hoje (1) seguem os trabalhos que incluem remoção de árvores e cobertura de casas, dentre outros.

Ele informa que até o momento foram distribuídos aproximadamente 4.000 metros de lona e atendidas mais de 680 chamadas. A maior recorrência é de destelhamentos, além de quedas de árvores e postes. O Bairro Florestinha foi o mais atingido com 25 famílias precisando de suporte da Defesa Civil e da Força Voluntária. Josué ainda observa que “estamos atentos o tempo todo e seguimos monitorando o clima que aponta mais ventos fortes para o dia de hoje. O cidadão que necessitar pode chamar a Defesa Civil no número 199”.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas