14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Ensino

Professores de Petrópolis, no Rio de Janeiro, conhecem a Educação Olímpica da URI

Professor Nino mostrou o desenvolvimento do Projeto de Educação Olímpica desenvolvido na URI

teste
Divulgação
Por Da redação
Foto Divulgação

O professor da Universidade Regional Integrada de Erechim, José Luis “Nino” Dalla Costa, apresentou nesta terça-feira, (8), o Programa de Educação Olímpica institucionalizado pela URI aos professores do município de Petrópolis, Rio de Janeiro, dentro da formação do Projeto Petrópolis Olímpica.

O governo municipal daquela cidade lançou em março deste ano, o projeto “Petrópolis Olímpica – Uma educação de valores”, promovido pela Secretaria de Educação, nas escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) da rede municipal. O projeto prevê formações com as equipes das unidades escolares com o objetivo de proporcionar para gestores, professores, educadores e alunos uma grande diversidade de experiências, incorporando o esporte e a educação olímpica em suas rotinas de aprendizagem. 

A ação, que tem o apoio do Comitê Olímpico Internacional, com a disponibilização de conteúdo para as formações que serão realizadas com os profissionais da educação, vai estimular para que as unidades escolares insiram nos seus currículos de forma oficial a educação olímpica. “O professor poderá criar métodos e projetos diferenciados dentro da sua área de atuação utilizando o modelo como referência e, para isso, a Secretaria de Educação vai proporcionar bases norteadoras por meio de apostilas online e livros de atividades”, destaca o professor Luiz Carlos Michelotti Pinheiro, chefe de Núcleo de Avaliação e Planejamento Pedagógico da Educação Infantil da Secretaria de Educação.

Para Nino, compartilhar as experiências de Educação Olímpica, é uma oportunidade valiosa. “Com certeza nossas ações e o Petrópolis Olímpica são projetos que agregam valor na relação Escola X Sociedade. Precisamos, cada vez mais, todos nós, professores e sociedade, buscar capacitação e desenvolvimento de novas competências, habilidades e atitudes. Faz-se necessário uma mudança mental, visando crescimento pessoal e profissional”, frisou o professor.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas