14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Ensino

Educação Física da URI promove exposição sobre Jogos Olímpicos

teste
Uri
Por Assessoria de Comunicação
Foto Ascom

O curso de Educação Física da URI abriu na noite de segunda-feira, 21, a I Exposição sobre os Jogos Olímpicos: História, Cultura e Filosofia. A organização foi dos acadêmicos da turma 2021, dentro da disciplina Educação Física: Fundamentos Históricos e Filosóficos, ministrada pela professora Auria de Oliveira Carneiro Coldebella. A iniciativa conta com a parceria da Escola de Educação Básica e Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Física e Estudos Olímpicos. 

A exposição segue até sábado, 26, e tem como enfoque os Jogos Olímpicos, contemplando três eixos: História, Cultura e Filosofia, já que estamos vivendo um ano Olímpico e os Jogos são considerados o maior evento do planeta, congregando mais de quatro bilhões de pessoas na cerimônia de abertura. 

Desta forma, a intenção é apresentar um resgate histórico do surgimento dos Jogos na Antiguidade, o ressurgimento dos Jogos na sua versão moderna, ocorrida em 1896, na cidade de Atenas.

No aspecto cultural, é ressaltada a importância deste evento como elemento propagador de diferentes percepções sobre a cultura e a arte. No eixo filosófico, são retratados alguns filósofos que eram contemporâneos dos Jogos, como Sócrates, que nada escreveu sobre suas teorias, mas sabe-se que defendia a simplicidade. Dizia que na música a simplicidade torna a alma sábia e a ginástica proporciona saúde ao corpo. Para Sócrates seria “uma desgraça o homem tornar-se velho sem nunca ter conhecido a beleza e a força de que seu corpo é capaz”. 

  Importante também ressaltar o Olimpismo e suas principais manifestações que são as Olimpíadas. Sua principal missão é fomentar e expandir a ética esportiva conhecida como espírito olímpico, que é representada por uma diversidade de símbolos, emblemas e rituais olímpicos: Anéis Olímpicos, com o lema “Citius, Altius, Fortius”; os mascotes; a bandeira olímpica e os juramentos. Isto faz do Olimpismo um dos mais importantes movimentos contemporâneos.

Segundo a professora Auria, “quando paramos para acompanhar este evento, sentimos como se a fagulha lançada pelos deuses, que representa os valores perenes, acendem em nós algo de valor eterno, como os heróis olímpicos descritos por Homero, e vibramos por cada atleta que corre, nada, luta e joga, quase que independente de que país pertença, pois conseguimos ver algo maior, é como se cada atleta representasse a humanidade superando os limites humanos e indo além”. 

E este feito, de certa forma, diz a professora, nos aproxima dos deuses e nos eleva do chão. Mítica e simbolicamente é isso que os jogos proporcionavam, ou seja, um ideal, um modelo, uma visão transcendente daquilo que temos de melhor. 

A Exposição objetiva, por isso, exercitar novas possibilidades de aprendizagem para os acadêmicos que a organizaram e despertar o interesse da comunidade sobre os Jogos Olímpicos e os valores olímpicos que todo ser humano pode colocá-los em prática. Durante a semana toda, a Exposição estará aberta ao público na sala 8.11 do prédio 8, no período da tarde, das 13h30min às 17h15min, e à noite, das 19h15min às 20h30min.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas