14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Rural

Cetre retoma atividades presenciais com capacitação sobre BPF para erva-mate

teste
Divulgação
Divulgação
Por Ascom
Foto Divulgação

A Emater/RS-Ascar, por meio do Escritório Regional de Erechim, está retomando as atividades presenciais no Centro de Treinamento de Agricultores de Erechim (Cetre), neste período de pandemia, seguindo os protocolos sanitários. Visando aumentar a qualidade e a produção da erva-mate, bem como o cumprimento legislação (portarias SES/RS nº 194/2016 e 154/2019, da Secretaria da Saúde do Estado), está sendo realizado o curso de Boas Práticas de Fabricação para Erva Mate e Derivados com a participação de um grupo de ervateiros da região do Alto Uruguai. O curso, com 16 horas-aula, iniciou nesta segunda-feira (18/10) e prossegue até quarta-feira (20/10), integrando o programa Gaúcho para a Qualidade e Valorização da Erva-Mate da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) executado pela Emater/RS-Ascar, juntamente com outras parcerias.

 

O conteúdo está sendo ministrado pelos extensionistas Ilvandro Barreto de Melo, Bruna Bresolin Roldan e Mila Noronha. No curso, são abordados os temas referentes às boas práticas agrícolas, boas práticas de fabricação, rastreabilidade, tecnologia de processamento e rotulagem, dentre outros.

 

Bruna lembra que a atividade de 16 horas é uma atualização para ervateiros que já fizeram o curso de Boas Práticas de Fabricação de 40 horas, de acordo com o preconizado pela legislação.

 

Além das empresas ervateiras, os agricultores fornecedores de matéria-prima também serão qualificados. Para a próxima semana, no Cetre, está programado o curso de Boas Práticas Agrícolas (BPA) na Erva-Mate destinado para produtores do Alto Uruguai. 

 

Os cursos estão sendo realizados nos cinco pólos ervateiros do RS, financiados pelo Fundo de Desenvolvimento e Inovação da Cadeia Produtiva da Erva-Mate (Fundomate) e executado numa parceria entre o Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate) e a Emater/RS-Ascar.

Abertura – Participaram da abertura do curso no Cetre, o coordenador administrativo de Ibramate, Ismael Rosset, o gerente regional do Escritório da Emater/RS-Ascar em Erechim, Gilberto Tonello, e os extensionistas engenheiros agrônomos Luiz Angelo Poletto e Valdir Zonin. Eles deram as boas-vindas aos participantes e destacaram a importância da qualificação para a cadeia produtiva da erva-mate. Rosset agradeceu as entidades parceiras pela cooperação na realização dos cursos. Tonello agradeceu os instrutores e as parcerias e colocou o Cetre à disposição de grupo de participantes e expôs algumas áreas de execução da Emater/RS-Ascar.

Publicidade

Blog dos Colunistas