0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Saúde

Médica endocrinologista Alessandra Nodari Giollo em entrevista à TV Bom Dia

Endocrinologia e Metabologia: especialista ressalta importância de bons hábitos e acompanhamento médico

Por Izabel Seehaber / Com informações Leandro Zanotto/ TV Bom Dia
Foto Divulgação

A médica endocrinologista Alessandra Nodari Giollo, atua desde abril em Erechim, no Centro Clínico do Hospital de Caridade. Em entrevista recente à TV Bom Dia, ela explicou que a especialidade é denominada Endocrinologia e Metabologia, exatamente por atuar nessas duas áreas. A primeira estuda as glândulas endócrinas – que produzem hormônios e liberam a produção no sangue. Nesse sentido, a médica salienta que as principais doenças estão relacionadas à glândula tireóide, tais como o hipotireoidismo e hipertireoidismo; também podem ocorrer nódulos, e a diabetes também está relacionada à área de atuação.

No caso das crianças é avaliado quando há algum problema de crescimento, por exemplo, ou na puberdade – desenvolvimento mais ou menos acelerado.

Na parte de Metabologia é feito o estudo da obesidade, das questões do colesterol, de algumas vitaminas, entre outras situações. “É uma grande quantidade de doenças que podem ser tratadas e são problemas recorrentes. Isso se deve tanto aos hábitos de vida que nem sempre são saudáveis, tais como alimentação desequilibrada, sedentarismo e também em razão de que a população está envelhecendo e algumas doenças podem surgir com mais frequência”, relatou Alessandra.

Bons hábitos = qualidade de vida

Nesse sentido, ela pontuou que as crianças estão apresentando mais índices de obesidade. “Muitas são mais sedentárias, sendo que no passado brincavam mais em ambientes externos, se movimentavam. Isso faz a diferença na qualidade de vida”, acrescentou.

Por isso, a especialista destacou que muitas doenças podem ser controladas com a melhora dos hábitos de vida. “Às vezes as pessoas pensam que terão que fazer grandes sacrifícios, “cortar” alimentos da dieta, mas o importante é manter o equilíbrio. Isso vale para todos”, enfatizou.

Já quem apresenta algum problema de saúde, ao fazer o uso correto dos medicamentos, além do acompanhamento com o especialista e observando os cuidados com hábitos de vida, é possível viver muito bem.

A médica alerta que no caso das doenças da tireóide, por exemplo, nem sempre as pessoas percebem facilmente que pode estar ocorrendo algum problema. “Como os sintomas são muito inespecíficos, está engordando facilmente ou emagrecendo, apresenta cansaço ou queda de cabelo, o paciente acaba procurando outros profissionais, como dermatologista, cardiologista, ou faz uma avaliação com clínico geral. A partir daí são encaminhados para um endocrinologista”, comentou.

Riscos de complicações

De acordo com Alessandra, como as doenças muitas vezes são silenciosas, caso não sejam diagnosticadas precocemente, podem resultar em complicações como a perda de visão (no caso da diabetes), perda da função do rim e perda da sensibilidade. Por isso, a importância de controlar já na fase inicial. No caso de pacientes com alteração na tireóide, caso não seja feito o acompanhamento, há risco de o paciente desenvolver problemas cardíacos, tais como a arritmia, entre outras doenças. 

Para mais informações ou agendamento de consultas, o telefone do consultório da médica Alessandra Giollo é: 2106 5510. Confira, ainda, a página da especialista: www.alessandragiollo.com.br

 

Leia também