Publicidade

Esportes

Inter aponta manutenção da base como ponto forte

Elenco do Internacional faz preparação para temporada 2018

ricardo duarte.jpg
Por Estadão
Foto Ricardo Duarte

Ainda sem ter definido a chegada de nomes de impacto para 2018, o Inter confia na manutenção da base que conseguiu o acesso à elite do futebol brasileiro em 2017 para a temporada. Foi o que destacou nesta quarta-feira (10) o volante Fabinho, apontando que o time poderá largar na frente dos rivais nos primeiros compromissos do ano, pois o técnico Odair Hellmann vem indicando que poucos reforços deverão ser titulares, com exceção do lateral-direito Dudu e do volante Patrick, que já foram testados na equipe principal.

"Do ano passado mantivemos a base. Temos um grupo de jogadores entrosado. Com os novos atletas vamos nos adaptando, passando a filosofia do clube, que é clube grande, que briga por títulos. Temos que fazer um bom Campeonato Gaúcho e sempre almejar coisas maiores", disse.

Na avaliação de Fabinho, a definição de Odair como técnico para 2018 também significa uma sequência, pois ele já vinha fazendo parte da comissão. E o volante destacou que o grupo vem aprovando os trabalhos desenvolvidos pelo treinador na pré-temporada.

"O que muda é a hierarquia. Ele sempre teve o respeito do grupo de jogadores, de todos os grupos que trabalhamos. É um profissional capacitado, já demonstrava isto como auxiliar. Agora ele tem mais liberdade para colocar em jogo o que pensa. Os trabalhos do dia a dia são bons", afirmou.

Se declarando torcedor do Inter, o zagueiro Klaus destacou que a temporada será especial, pois será a sua primeira na elite do futebol nacional pelo clube gaúcho. Mas ele garante pensar em uma competição por vez.

"Temos o Gauchão, primeiro, e depois tem a Série A. Estou ansioso pelo momento. Temos trabalhado 'bola no chão', treinado. Odair pede construção de jogo a partir do goleiro que temos trabalhado bastante", comentou.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas