Publicidade

Esportes

Rotina de vitórias e títulos para pilotos de enduro na região

Equipes da região voltam ao lugar mais alto do pódio em várias categorias e garantem títulos no Sul-brasileiro

Equipe da região levantou 'caneco' no final de semana
Por Edson Castro
Foto Divulgação

Ah, a doce rotina das vitórias! Ela não é para todos e quando vem, claro, é melhor aproveitar, por sabe lá quando virá a próxima. Para a equipe de Erechim que compete em provas de enduro de regularidade, esta tem sido uma rotina agregada a conquistas.

Só no último final de semana, em prova realizada na cidade de São Lourenço do Oeste, SC, foram mais pódios e mais títulos. A prova valeu como etapa final do Campeonato Sul-brasileiro e também como penúltima etapa da Copa Motocar.

Na competição nacional, três competições da região garantiram a taça principal, a de campeão. Felipe Sutili venceu as duas etapas disputadas em São Lourenço do Oeste e garantiu o título na categoria Sênior.

Franciel Caldart também venceu a rodada dupla decisiva e garantiu a conquistad da categoria Novatos. Daniel Folador não deixou por menos, venceu as duas provas finais em sua categoria e levantou a taça na Junior.

A região teve ainda Gilberto Balbinot conquistando o vice-campeonato na categoria Over 50.

Motocar

A Copa Motocar terá ainda uma última prova para apontar os campeões da temporada 2018. Mas a galera da região está indo muito bem, obrigado!

Anderson Rover chegou em oitavo na categoria Master com Paulo Cezar de Oliveira em nono. Felipe Sutili venceu a categoria Sênior. Outra vitória veio na categoria Over 40 com Lindonês Três.

Tailor Maffini chegou em terceiro na Over 45. Na categoria sequente, Gilberto Balbinot ficou em segundo lugar com Flávio Demoliner em quarto.

Na Junior, dobradinha erechinense com Daniel Folador em primeiro e Cleiton Pasa em segundo lugar. Na Over 55, o talento e a experiência de Altair Bordignon o levaram a mais uma conquista.

E para fechar a série de vitórias, Franciel Caldart venceu na categoria Novatos. A prova teve 120 quilômetros de percurso com 5h de duração, com roteiro em vários reflorestamentos de pínus e eucaliptos, devido as chuvas que caiu no momento da largada e se estenderam durante a prova e terreno que já vinha encharcado com as chuvas da semana  os pilotos enfrentaram uma prova extremamente técnica e escorregadia que exigiu muito do preparo físico dos competidores para completarem a prova.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas