Publicidade

Geral

Estudantes e professores da URI participam do Circuito Gaúcho de Corridas da Unimed

Aluno da Escola, Vicente Zanardo, e seu pai, Jean Carlos Zanardo, participaram da rústica
Professores e alunos participantes do circuito
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Professores e estudantes da URI Erechim mais uma vez marcaram presença em evento promovido pela Unimed. Desta vez, um grupo representou a Universidade na etapa de Erechim do Circuito Rio Grande do Sul de Corridas Unimed 2018, na categoria adulto, realizado no domingo (11), e que teve início às 9h.

Entre os 270 participantes estavam os professores Helissara Silveira Diefenthaeler (curso de Farmácia), Geovana Miotto (Escola de Educação Básica), Rogério Garcia Mesquita (curso de Direito) e José Luis “Nino” Dalla Costa (curso de Educação Física), que percorreram os 6.100 metros do circuito.

Também participaram da corrida as acadêmicas Cristiane Munaretto (1° Lugar na Classificação Geral Adulto Feminino (de 16 a 35 anos), Gabriela Ambrosio (curso de Educação Física bacharelado) e o aluno da Escola de Educação Básica, Vicente Zanardo.

Outro destaque, também, foi a participação de acadêmicos do curso de Educação Física da universidade na organização e arbitragem da Corrida.

Um estudo publicado pelo Journal of the American Medical Association afirma que um dos benefícios da corrida de rua como um esporte regular é o aumento da longevidade. A pesquisa, feita com mais de 200 mil pessoas, durante seis anos, mostrou que quando o atleta se propõe a correr de forma moderada diminui em 44% a chance de morte e aumenta expectativa de vida em seis anos (homens) e cinco (mulheres). Isso porque a corrida melhora as funções cardíacas, respiratória, melhora a absorção de oxigênio e reduz a pressão arterial. Importante ressaltar a importância da orientação de um profissional de Educação Física neste processo.

Conforme o professor Nino, “existe uma possibilidade de que quando vira hábito, correr se transforma em estilo de vida. Além disso, a corrida também se transforma num momento de confraternização, principalmente pelo clima de descontração entre os participantes. Por isso, fica a dica e o convite para que no próximo ano mais professores, acadêmicos e colegas da URI participem desta prova”.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas