0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Reforma da ponte está em fase de conclusão

A recuperação da ponte rodoferroviária de Marcelino Ramos está em fase de conclusão. Segundo o prefeito Juliano Zuanazzi, o lado catarinense já está concluído, a expectativa é que até o final desse mês ou até a primeira semana de março as obras se encerrem

Vai continuar a sinalização antes da entrada da ponte para delimitar a entrada de somente veículos l
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Juliano Zuanazzi

A recuperação da ponte rodoferroviária de Marcelino Ramos está em fase de conclusão. Segundo o prefeito Juliano Zuanazzi, o lado catarinense já está concluído, a expectativa é que até o final desse mês ou até a primeira semana de março as obras se encerrem. A estrutura de ferro com assoalho de madeira é um cartão postal da cidade e do Alto Uruguai e, também, importante ligação entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Segundo o prefeito, “a manutenção do assoalho iniciou há uns quatro meses, a perspectiva é que até o final da semana que vem a obra fique pronta, se o tempo permitir”.

Ele afirma que a empresa Rumo substituiu os dormentes que dão sustentação para a linha férrea e, por consequência, a parte rodoferroviária. E fez toda a instalação de pranchões de madeira tratada, colocando no sentido do fluxo dos veículos e não mais atravessadas como eram.

O prefeito conta que a ponte foi construída há mais de 100 anos e durante muito tempo fez o transporte exclusivamente ferroviário. Nos anos de 1990, um movimento do município e da região conseguiu que ela fosse assoalhada, permitindo a passagem de veículos.

Com a construção da barragem de Itá de 1995 aos anos 2000, quando a usina entrou em operação, a ponte já tinha quase uma década de uso e precisou ser alteada, subindo 2,10 metros acima da estrutura original, isso levou a ajustes e adequações do pavimento. Após a sua elevação voltou a liberar o fluxo de veículos.

O prefeito salienta que vai continuar a sinalização antes da entrada da ponte para delimitar a entrada de somente veículos leves, camionetes, motocicletas, para evitar um desgaste maior do assoalho e aumentar a sua vida útil.

Segundo Juliano, a obra está bem avançada e se tudo correr bem até início de março a ponte esteja com o trabalho de recuperação concluído e o fluxo diário. Hoje só está liberada a passagem nos fins de semana, isso porque nos dias de semana está sendo feita a recuperação.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas