0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

“Emancipação trouxe mais qualidade de vida”

O município de Quatro Irmãos está de aniversário e completa 19 anos de instalação e 23 anos de criação. Foi emancipado em 16 de abril de 1996, mas instalado efetivamente em 1º de janeiro de 2001. Segundo o prefeito de Quatro Irmãos, Adilson De Valle, a emancipação foi muito positiva e contribuiu para o desenvolvimento econômico e social

“Por exemplo, nós conseguimos fazer saúde e educação de qualidade", diz prefeito
Curso de panificação na "Casa da Família" de Quatro Irmãos
Por Ígor Dalla Rosa Müller
Foto Divulgação Prefeitura

O município de Quatro Irmãos está de aniversário e completa 19 anos de instalação e 23 anos de criação. Foi emancipado em 16 de abril de 1996, mas instalado efetivamente em 1º de janeiro de 2001. Segundo o prefeito de Quatro Irmãos, Adilson De Valle, a emancipação foi muito positiva e contribuiu para o desenvolvimento econômico e social. “Realmente valeu o esforço da comissão emancipacionista e todas as pessoas que se envolveram nesse processo”, afirma. O evento que marca o aniversário do município ocorre em 1º de maio, a tradicional Festa do Novilho Precoce.

Segundo Adilson, os distritos que não se emanciparam mudaram muito pouco nos últimos anos, “enquanto que Quatro Irmãos teve uma evolução bem significativa, a cidade está tomando forma”.

O município, por meio das administrações, passou a ter um olhar diferenciado com a população, que também ficou mais envolvida com os rumos da cidade.

O prefeito explica que a questão mais significativa foi a mudança em relação à qualidade de vida das pessoas. “Por exemplo, nós conseguimos fazer saúde e educação de qualidade. As nossas estradas são bem conservadas, nossa produção primária conseguiu evoluir muito em função, também, desse suporte que o município dá por meio da Secretaria de Agricultura”, afirma.

Conforme Adilson, a economia do município é essencialmente agrícola, e a fonte de renda vem desse setor. “No entanto, o município não sobrevive só com as receitas próprias e depende do Fundo de Participação dos Municípios”, diz. Tem um orçamento previsto de R$ 14 milhões e uma população de 1854 habitantes.

Quatro Irmãos é um dos 11 municípios do Alto Uruguai que não tem ainda acesso asfáltico. A esperança do prefeito é que sai do papel o asfaltamento da BR 153. “Isso mudaria significativamente o desenvolvimento do município, proporcionando a possibilidade de se desenvolver, às margens da rodovia, um bairro industrial”, afirma.

BR 153

O prefeito afirma que Quatro Irmãos está numa posição estratégica em relação a Passo Fundo e Erechim. “Um ponto muito bom, acredito que isso vai ser muito interessante, a partir da pavimentação da BR 153”, observa. 

Adilson acredita que sairá o projeto da obra da BR 153, e que depois disso a chance de se efetivar é muito grande. “A ERS 135 não oferece mais nenhuma segurança, essa obra vai ajudar salvar vidas e mudar o cenário da região”, explica.

Comunidade

Desde 2013, administração municipal incentiva e auxilia as festas comunitárias, incluindo os eventos tradicionais das capelas como festividades de aniversário do município. Segundo o prefeito, “dentro do que é possível e legal”, o objetivo é fortalecer as comunidades, “porque   está muito difícil fazer a manutenção das comunidades. O êxodo é muito grande”, diz.

No entanto, o prefeito acredita que já se conseguiu mudar muito esse cenário, porque as comunidades não tinham expectativa de investimento nas suas áreas sociais. “Com a participação do município, fomentando as festas culturais, como por exemplo da etnia alemã, italiana, o próprio rodeio, as comunidades acabaram fazendo festas maiores, com mais lucro, fazendo ampliação do salão comunitário. Nesse sentido revitalizou as comunidades”, afirma.

Ele acrescenta outro reflexo, além do fortalecimento das comunidades, houve aumento do convívio social. “Se não tivéssemos o município, tenho certeza que isso não aconteceria, e o cenário pouco mudaria”, diz.

Emprego

Conforme Adilson, a melhor forma de desenvolver o município e fazer as pessoas crescerem profissionalmente é pelo trabalho. E como o município tem dificuldade em atrair empresas, proporciona transporte sem custo para pessoas que trabalham em Erechim. Hoje, em torno de 35 profissionais fazem isso diariamente.  

Desafios

O prefeito afirma que a gestão pública tem que se adaptar a cada momento da cidade para que consiga ser indutora do desenvolvimento. Assim, algumas mudanças serão necessárias ao longo do caminho.

“É comum o município oferecer todos os tipos de medicamentos, fazer todo serviço de terraplanagem, aterros, estradas. Num primeiro momento é interessante, porque acaba dando suporte para que as pessoas se estabeleçam. A partir de um certo ponto, acaba se tornando um assistencialismo que impede o desenvolvimento, que uma farmácia se estabeleça, uma empresa privada se instale e gere empregos. Em algum momento esse cenário vai ter que mudar”, avalia.

Publicidade

Blog dos Colunistas