0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

Grêmio abre três gols de vantagem, mas Fluminense se dá melhor e vence na Arena

Time de Renato continua sem somar pontos
Por Assessoria de Imprensa
Foto Lucas Uebel

O Grêmio entrou em campo no início da noite deste domingo, para enfrentar o Fluminense, em partida válida pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. Começou abrindo boa vantagem, mas cedeu e acabou superado por 5 a 4 pelo time carioca.

O Tricolor iniciou o jogo com um bom desempenho, tanto que logo aos 5 minutos, abriu o placar. Jean Pyerre avistou Bruno Cortez e acionou o lateral, que fez um cruzamento na área para André. O centroavante chegou e completou para o fundo das redes. Não demorou muito para os gremistas marcarem o segundo. Aos 12', Léo Moura deu um passe para Alisson, que cruzou para Everton desviar e deslocar Rodolfo. Já aos 22 minutos, o terceiro. Jean Pyerre tabelou com André e recebeu o último passe já na área. Cara a cara com o goleiro, o meia mandou para para o fundo das redes.

Mas o Grêmio recuou e aos 38 minutos, o Fluminense conseguiu descontar. Caio Henrique trabalhou com Allan e rolou para trás para Yony, que marcou o primeiro do time carioca. Dois minutos depois, em falha defensiva, o segundo dos visitantes. Júlio César tentou driblar Luciano e perdeu a bola. O atacante só tocou para o fundo das redes.

A etapa complementar não começou favorável. O jogo mudou e aos 9', os cariocas chegaram ao gol de empate. Em cobrança de falta, a bola foi levantada na área, Luciano cabeceou e Júlio César fez uma grande defesa, mas no rebote, Matheus Ferraz empurrou para as redes. Aos 26', o Fluminense virou o jogo, com Pedro, que converteu um pênalti.

Mas o Grêmio não desistiu e deixou tudo igual novamente. Aos 38', Luan cobrou escanteio no primeiro poste e Kannemann chegou para mandar de cabeça. O Fluminense conseguiu voltar a frente e chegar ainda ao quinto gol, aos 49', com Yony, após cobrança de falta.

Com o resultado, Grêmio não soma pontos na rodada.

Publicidade

Blog dos Colunistas