22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,52 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,52 Dólar R$ 4,04

Publicidade

Geral

Pichadores atacam novamente o Viaduto Rubem Berta

A pichação ocorreu numa das gravuras pintadas na parte superior
Em outro local, picharam sobre uma superfície lisa que será usada para a prática do grafite
A tinta estava dentro de uma lata de sardinha, que foi deixada no local
Os carros escondem as pinturas entorno do viaduto
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

No dia 23 de janeiro o Jornal Bom Dia trouxe uma matéria com o título “que vontade de pegar um relho”, sobre o vandalismo que cresce Erechim. Citei a pirâmide de vidro no pórtico de entrada (e que recentemente foi atacada e quebrada novamente) e as pichações nas belas pinturas que estão sendo feitas no Viaduto Rubem Berta, além de tantos outros monumentos que sofrem com essa prática.

Na madrugada

Na madrugada de sexta-feira (10) os pichadores atacaram novamente o Viaduto Rubem Berta em dois locais, e os artistas quando chegaram para trabalhar na manhã de ontem, encontraram até a lata com tinta acrílica, usado pelos vândalos.

Dois lugares

A pichação ocorreu em dois lugares. Um na parte lateral, numa parede verde que será usada para fazer grafite, para todos que são artistas e querem se expressarem. E outra num dos painéis que estão sendo pintados na parte superior nos parapeitos, que vem recebendo elogios da população.

A falta do relho

Vou repetir o que escrevi no início do ano, pois a lógica é a mesma.

Que vontade de pegar um relho!

E não me refiro apenas ao fato de mais recursos públicos que precisarão ser investidos. Refiro-me a questão cultural, a falta de noção, o despreparo. Como construir uma sociedade igualitária desta forma? Que vontade de pegar um relho!!!

Olhar com carinho

E aproveito para sugerir aos órgãos competentes que olhem com carinho no entorno do viaduto, onde tem estacionamento. Os carros escondem as pinturas. Quando as pessoas vão tirar fotos (e não são poucas), os carros acabam prejudicando. E não são tantas vagas assim. Fica a sugestão.

Artista que se diz artista

E outra coisa, artista que se diz artista, não estraga a obra do outro. São meros arruaceiros, que precisam sim de um relho. Artista que é artista respeita o próximo. Respeita a arte.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas