0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

“O futuro veio de forma promissora”, destaca o presidente do Ypiranga

Neste fim de semana, o Ypiranga enfrenta o São José, ás 15h30 de domingo (12) no Colosso da Lagoa
Por Kaliandra Alves Dias
Foto Marcos Quadros

Retornar a 1ª Divisão do Campeonato Gaúcho. Esse foi o principal objetivo do Ypiranga nos últimos dois anos. Se no ano passado, a bola bateu na trave, neste ano a rede balançou. O resultado foi a coroação de um trabalho que foi construído praticamente do zero, isso porque, a maioria dos jogadores que defenderam o Canarinho na temporada de 2018 não permaneceram no clube. E para contar os desafios do time erechinense, o presidente Adilson Stankiewicz conversou com a nossa reportagem na última sexta-feira (10).

Com um largo sorriso, Adilson nos recepcionou nas cadeiras do estádio Colosso da Lagoa. O segundo ano de gestão na presidência foi desafiadora, com um planejamento realizado especialmente voltado para o retorno do Ypiranga à elite do futebol. “Nunca escondemos que o nosso objetivo era retornar a elite do futebol gaúcho. Pela grandeza que o Ypiranga tem, lá é o seu lugar. A Divisão de Acesso é um campeonato forte e com equipes tradicionais”.

Outro ponto destacado por Adílson foi a falta de orçamento relacionado a Divisão de Acesso. “A primeira divisão tem verba das transmissões, esse valor custeia o ano de muitos clubes. E no caso, não tínhamos essa verba. É uma diferença significativa de orçamento que eles têm relação a nós. A atratividade também atrai o atleta, eles gostam de jogar a primeira divisão. Jogam contra grandes equipes e tem uma projeção melhor das suas carreiras”, salienta Stankiewicz.

A troca no comando do Ypiranga na Divisão de Acesso

O Canarinho trocou o comando técnico em março. E o técnico Fabiano teve um desafio pela frente: tirar o time da temida zona de rebaixamento e lutar por uma classificação heróica. “Quando cheguei o ambiente interno era de união. Dava para sentir que os atletas estavam unidos. Foi o ponto mais importante da nossa conquista, união interna que existe no ambiente de trabalho”, destaca Fabiano Daitx.

Em pouco mais de 45 dias, a situação mudou para melhor. E para Adílson, o duelo de Ypiranga contra o União Frederiquense fora de casa foi crucial para a temporada. “Foi um jogo emblemático para nós. Nesse momento estávamos a dois pontos da zona de rebaixamento, e o União tinha um jogo a menos diante do São Borja. Se eles nos vencessem, nos colocariam na zona de rebaixamento e teriam a possibilidade de abrir pontuação. Nessa pressão o Fabiano colocou para o grupo ‘esse jogo vai decidir se vamos brigar pelo rebaixamento ou pelo acesso’. O grupo comprou a ideia e em 20 minutos vencíamos por 2 a 1, a partir deste jogo o time engrenou”.

A busca pelo título

Quatro veze campeão na Divisão de Acesso, o Ypiranga aguarda o seu adversário na final da competição – a primeira partida está marcada para quarta-feira (15), no Colosso da Lagoa, o horário da partida ainda não foi confirmada pela Federação Gaúcha de Futebol. Segundo Adilson, a final será entre dois times tradicionais. “São adversários que já conhecem a disputa. Vamos gerenciar essa final da Divisão com a Série C, cientes de que vamos em busca da vitória. Vamos firmes com nossos torcedores e comissão técnica. O futuro vemos de forma promissora”.

Mais cauteloso com as duas partidas da final da Divisão de Acesso, o técnico Fabiano vê as equipes que vão brigar pelo título de uma forma mais aliviada, isso porque, o objetivo de retornar à elite do futebol gaúcho já foi concluída. “Por ser uma final será uma partida difícil. Mas pelo fato das duas equipes estarem classificadas, será um jogo em aberto, a pressão vai existir, mas não da forma que víamos em relação a outros jogos da competição”, finaliza Fabiano.

Série C

Neste fim de semana, o Ypiranga enfrenta o São José, ás 15h30 de domingo (12) no Colosso da Lagoa. O Canarinho vai em busca do seu primeiro ponto na competição.

Publicidade

Blog dos Colunistas