13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,21 Dólar R$ 3,75
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,21 Dólar R$ 3,75

Publicidade

Região

Plantas medicinais passarão a integrar cuidados com a saúde em Charrua

Plantas medicinais passarão a integrar cuidados com a saúde em Charrua
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

“A disponibilidade de plantas medicinais para auxiliar na saúde das famílias de Charrua está entre os projetos da Administração Municipal para 2019, e para efetivar esta ação, está em processo de construção um Horto Medicinal Municipal, ao lado da Unidade Básica de Saúde (UBS), na Cidade Alta”. A afirmação é da secretária municipal da Saúde e Assistência Social, Nilva Rebelatto.

Desta forma, com o objetivo da promoção de saúde de forma integrativa e complementar, que auxilia na melhoria da qualidade de vida da população, a implantação do Horto Medicinal Municipal, é uma iniciativa da Prefeitura de Charrua e da Emater/RS-Ascar. A ação, denominada “Projeto Cultivando Saúde”, vem em consonância com o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF) e a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), que estão inseridas no Sistema Único de Saúde (SUS).

A extensionista Rural-Social da Emater/RS-Ascar, Roseli Dominga Lazzarotti Bonesso, explica que o Horto contará com plantas medicinais, aromáticas e condimentares. “O local servirá como referência em identificação, regaste, promoção e uso das plantas, com a finalidade terapêutica, além do fomento a conscientização, desenvolvimento sustentável, preservação ambiental e o uso racional da biodiversidade local”, pontua a extensionista.

A secretária Nilva reitera que a utilização de plantas medicinais nos programas de atenção primária à saúde pode-se constituir numa alternativa terapêutica muito útil. “A eficácia aliada a um baixo custo operacional, fazem das plantas medicinais, aromáticas e condimentares uma referência para diversos tratamentos”, ressalta a titular.

A infraestrutura do local já está concluída e conta com canteiros dispostos através de metodologias, como o “Relógio do corpo humano”, que se baseia em um dos princípios da medicina tradicional chinesa, e o “Boneco fitoterápico”. “Ambos, são ferramentas de caráter educativo e facilitam a aprendizagem sobre o corpo humano e os benefícios das plantas para a saúde”, finaliza Roseli.

Agora, o próximo passo é o plantio das mudas, após serão realizadas capacitações com a equipe multidisciplinar da UBS, para que os profissionais sejam disseminadores de informações. Oficinas e palestras também serão realizadas com a população. A inauguração do Horto está prevista para outubro. 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas