0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

Milton Pagliosa vence o rali de Marcelino Ramos

Prova definiu no sábado, os campeões da temporada 2019
Por Assessoria de Imprensa

Após sete etapas, terminou neste sábado, 7, o Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade com uma bela disputa na prova final, em Marcelino Ramos, norte do estado. Foram cinco especiais em estradas de terra, passando por pontos históricos, ao lado do Lago da Usina Hidrelétrica Itá e turísticos, como o Parque Ambiental Teixeira Soares, sendo que teve como ponto de parque de apoio, o Balneário Termas da cidade.

O sol e calor também marcaram presença, levando um bom público para assistir a corrida diretamente nas especiais. Na pista, os pilotos e navegadores trabalharam para buscar a vitória, que para algumas duplas teria um peso até maior, dada a disputa por títulos.

No geral, a dupla Milton Pagliosa e Eduardo Tonial venceram com o melhor tempo em 56min10, levando também o primeiro lugar no pódio na categoria RC2 (4x4). Os irmãos Juliano e Rafael Sartori, que já haviam conquistado o título por antecipação, desta vez chegaram em segundo lugar.

“Para nós foi uma prova muito legal, muito bem organizada, especiais técnicas, cansativas, mas em que conseguimos fazer um bom rali, aos poucos buscamos alguma vantagem que no final nos garantiria a vitória, mas em uma disputa muito bonita com o Juliano (Sartori, concorrente na categoria). Resumindo, estamos muito felizes por este resultado”, salientou o navegador Eduardo Tonial.

Na categoria RC4, a mais forte entre os carros de tração 4x2, vitória erechinense com Carminatti/Marco Marini, no tempo de 1h03min15. A vitória assegurou à dupla também o tricampeonato do Gaúcho de Rali.

“Esta foi uma prova muito difícil, conseguimos colocar em prática o que tinha de planejamento para Marcelino Ramos. Aos poucos fomos conseguindo buscar tempo, mas tivemos problemas, o carro (GM Celta) começou a falhar e definimos que o objetivo era terminar a corrida e conquistar o título, que estava ao nosso alcance. Terminamos e estamos muito felizes com este tricampeonato”, destacou Carminatti.

Outra categoria que conheceu o campeão nesta etapa, foi a RC3 (4x2). Cristiano Beus e Francli Fusinatto chegaram em Marcelino Ramos com boa vantagem e nem a vitória era necessária para ser campeão. A dupla chegou na segunda posição e levou o bicampeonato estadual.

“Finalizamos mais um ano com êxito. Uma temporada que não começou bem, sabíamos que haveria um concorrência forte na categoria, mas a gente conseguiu se recuperar e evoluir ao longo do ano, chegando a este segundo título, que para mim era um sonho e hoje se realiza”, disse Beus. Na categoria RC3, a vitória ficou com Rafael Cabello/Rafael Karpinski, eles que completaram a prova em 1h04in28.

A RC5 (4x2) já tinha o campeão definido por antecipação. Erolf Schotten e Felipe Costa não conseguiram participar desta etapa, mas ficam com a taça de 2019. Mas a etapa valia muito ainda.  Claudio Sarginieski/Tiago Klimaczewski que venceram (1h12min05) e saltaram na tabela de classificação para a conquista do terceiro lugar, sendo que o vice-campeonato ficou com Natan Martelli/Eduardo Bergmamin. “Foi um rali bem difícil, tivemos problemas mecânicos logo no início, contamos um pouco com a sorte também e em nossa quarta prova conseguimos chegar a vitória”, frisou Cláudio.

Publicidade

Blog dos Colunistas