16°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,42 Dólar R$ 5,44
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,42 Dólar R$ 5,44

Publicidade

Região

Gaurama: vacinação inicia com idosos e trabalhadores da saúde

Primeira etapa iniciou segunda (23) e vai até 15 de abril

jpg
Por Da redação
Foto Ascom

As medidas de proteção contra o coronavírus adotadas pelo governo municipal de Gaurama estão dando certo, uma vez que, não há registros
de pessoas infectadas no município. Comércio e serviços não essenciais fechados, som de rua alertando as pessoas sobre a
importância do isolamento e o tele atendimento de saúde são algumas das ações que visam proteger os gauramenses contra essa doença que
desafia a saúde global.

Para proteger de forma antecipada os públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe, a campanha de vacinação deste ano foi
antecipada e dividida em três etapas. Amanhã começa a vacinação para idosos e trabalhadores da saúde. A Unidade Básica de Saúde (UBS)
está organizando um espaço específico para essa ação e, o horário de atendimento para as vacinas será das 17h às 21h.

Haverá vacinas para todas as pessoas. Sendo assim, não é necessário correr logo nos primeiros dias. É preciso ter calma para não aglomerar
pessoas e na dúvida, pode-se ligar para a UBS e conferir o movimento. O atendimento está sendo realizado através dos telefones 3391-1217 ou
3391-1471 e pelo WhatsApp 99977-5573.

Dia 16 de abril inicia a segunda etapa, com vacinação para doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das
forças de segurança e salvamento.

A última fase, que começa no dia 9 de maio, priorizará crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes,
puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de
12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

É importante informar que a vacina contra a gripe (influenza), não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os
profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura
por serviços de saúde. Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus no Brasil têm sido registrados em
pessoas acima de 60 anos. Por isso, a primeira etapa da campanha contempla esse público.
 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas