14°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,73 Dólar R$ 5,71
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,73 Dólar R$ 5,71

Publicidade

Mundo

Nova rede latinoamericana para o ensino do Holocausto lança ciclo de palestras

Serão desenvolvidas atividades virtuais para estimular espaços educativos que aproximem do público em geral, às ações de cada um de seus países durante o Holocausto. O objetivo é identificar ensinamentos dessa época para a região latinoamericana

LOGO
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

O Museu do Holocausto de Curitiba, o Museo del Holocausto de Buenos Aires, o Museo Interactivo Judío de Chile, o Museo de la Comunidad Judía de Costa Rica, o Centro de Ana Frank y Centro de Estudios del Holocausto de Guatemala, o Museo Memoria y Tolerancia de México, a Fundación Emet de Panamá, o Centro Educacional Holocausto y Humanidades, que faz parte do Museo Judío del Perú, e o Museo de la Shoá de Uruguay se uniram para trabalhar a memória, a educação e a aprendizagem do Holocausto por meio da Rede LAES (Rede Latinoamericana para o Ensino da Shoá).

Diante da nova realidade, a Rede LAES desenvolverá atividades virtuais para estimular espaços educativos que aproximem, do público em geral, as ações de cada um de seus países durante o Holocausto. O objetivo é identificar os ensinamentos dessa época para a região latinoamericana.

Todas as instituições compartilham a missão de contribuir para que nossas sociedades sejam mais respeitosas, a partir das lições deixadas pelo Holocausto. Unir esforços é fundamental para a nossa região, onde continuam a ocorrer atos discriminatórios e violência contra diversos grupos minoritários.

De início, a Rede oferece um ciclo de aulas semanais chamado “América Latina fala do Holocausto”. A primeira palestra “O caso da Costa Rica” está marcada para esta quinta-feira, 11 de junho, e é promovida pelo Museo de la Comunidad Judía de Costa Rica.

Programação completa: 

11 de junho - Costa Rica
·        18 de junho - Chile
·        25 de junho - Argentina
·        2 de julho – Aula em conjunto (Peru, Guatemala, México)
·        9 de julho - Brasil
·        16 de julho - Panamá
·        23 de julho - Uruguai
·        30 de julho – Aula em conjunto (Costa Rica, Chile, Argentina)
·        6 de agosto - México
·        13 de agosto - Peru
·        20 de agosto - Guatemala
·        27 de agosto – Aula em conjunto (Brasil, Panamá e Uruguai)

Não há necessidade de inscrição prévia. Os horários dos encontros serão anunciados pelas redes sociais das instituições envolvidas, e pela página.

 Museu do Holocausto de Curitiba
Com uma vocação educativa e linha pedagógica bem definida, o Museu narra os acontecimentos deste genocídio por meio de histórias de vítimas que têm ligação com o Brasil.  Trata-se de um instrumento contra a desumanização nazista. O espaço também destaca a luta contra a intolerância, o ódio, a discriminação, o racismo e o bullying, tão relevantes nos dias de hoje.

Atualmente, é o único espaço do país que conseguiu unir os eixos de educação, memória e pesquisa com uma proposta museológica permanente para o trabalho sobre a Shoá. Regularmente, promove seminários e debates, assim como desenvolve materiais pedagógicos que buscam promover uma discussão abrangente sobre o preconceito e a violência ao longo dos séculos XX e XXI.

Opinião

Para o coordenador-geral do Museu do Holocausto de Curitiba, Carlos Reiss, a Rede é mais do que uma parceria entre instituições; é o início da realização de um sonho para aqueles que lidam com educação sobre o Holocausto na América Latina. É um marco histórico."

Conforme o jornalista Salus Loch, autor do livro ‘A Tenda Branca’, que narra a vida de uma sobrevivente do Holocausto, e que já participou de palestra com sobreviventes do genocídio no Museu de Curitiba, além de ter entrevistado mais de uma dezena de sobreviventes no Brasil, Polônia e Israel, a aproximação das instituições é fundamental para que a memória da Shoá siga sendo construída, destacando a importância de que as pessoas compreendam a história para que ela tenha relevância no presente e no futuro dos povos. 

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas