14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Paim Filho: “Nós sabemos o quanto é difícil manter um comércio”, disse prefeito

Administração municipal lança programa ‘Juro Zero’ que vai beneficiar micro e pequenas empresas

teste
Divulgação
Por Da redação
Foto Divulgação

Preocupada com as dificuldades enfrentadas pelas micro e pequenas empresas do município de Paim Filho, durante a pandemia do novo coronavírus, a administração municipal implementou uma medida que poderá contribuir muito para que elas permaneçam gerando emprego e riqueza para todos os cidadãos do município e região.

O programa ‘Juro Zero’, está regulamentado pela lei n° 2.378/2021, e irá subsidiar em 100% os juros nas operações de crédito no valor de até R$ 10 mil contratadas nas instituições financeiras que firmarem o convênio do programa.

“Esta lei poderá contribuir com os micro e pequenos empresários que apostaram e apostam no município de Paim Filho para tocar seus projetos profissionais e pessoais. Nós sabemos o quanto é difícil manter um comércio, um projeto ou uma empresa em pleno funcionamento, e em meio à pandemia esta situação fica mais difícil ainda”, afirma prefeito de Paim Filho, Genes Jacinto Moterle Ribeiro.

O prefeito acredita que o programa ‘Juro Zero’ poderá ajudar e outras iniciativas e ações ainda vão ser desenvolvidas pela administração municipal. “Para que cada vez mais as pessoas que queiram empreender e investir em Paim Filho tenham oportunidades”, disse.

Por fim, ressalta que esta política pública municipal tem como objetivo movimentar a economia local, ajudar os micro e pequenos empresários a manter os seus projetos em andamento, gerando emprego e renda para o desenvolvimento de Paim Filho.

Como contratar

Conforme a lei, para conseguir o benefício serão necessários seguir três passos, simples:

1.  A empresa interessada deve protocolar junto a prefeitura o pedido de habilitação do programa juntamente com os documentos necessários.

2. A prefeitura envia os documentos da empresa para instituição financeira cadastrada (se houver mais do que uma, a escolha pela instituição financeira é do empreendedor).

3. A instituição financeira analisa a documentação e contata o empreendedor para assinatura do contrato, ou se necessário ajuste de valores.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas