25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Região

Getúlio Vargas: iniciado os estudos para revitalização da Praça Flores da Cunha

Obras será realizada em partes e projetos serão aprovados pela comunidade em Audiência Pública

teste
Reunião do Comtur
Por Da redação/Ascom
Foto Ascom

Os membros do Conselho Municipal de Turismo de Getúlio Vargas, em reunião realizada no dia 5 de outubro, no Gabinete do prefeito Mauricio Soligo, com a presença da arquiteta Mariane Schirmbeck Horn, deram início aos estudos para a revitalização e recuperação da Praça Flores da Cunha, localizada no coração da cidade e que já foi considerada uma das mais belas praças do estado do Rio Grande do Sul e o cartão postal do município.

 Uma das decisões é de que a revitalização será realizada em partes, por patamares e ambientes, devendo iniciar com a recuperação dos passeios originais, feitos em pedras portuguesas, que estão localizados próximos ao chafariz, cujo trabalho é realizado por profissionais especializados. “Há muito  por fazer”, afirmou o prefeito Mauricio Soligo. Segundo ele, todos os projetos irão passar por aprovação da população, por meio de Audiência Pública.

 Soligo informou, durante o encontro, que já está disponível o valor de R$ 150 mil reais proveniente de uma Emenda Parlamentar, para ser investido na Praça. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Jairo Klein, afirmou que sua pasta irá investir mais R$ 100 mil reais na praça no próximo ano. De acordo com o secretário, ainda há projeções de novas emendas para esta finalidade.

 O projeto técnico será da arquiteta Mariane Schirmbeck Horn e envolverá vegetação, iluminação, fonte do chafariz, acessibilidade, paisagismo, piso, placas indicativas, videomonitoramento, coreto (integrantes do Conselho sugeriram fechar e utilizar para multifunções), energia, pintura dos monumentos, canteiros, muros de contenção, pracinha de brinquedos e muitos outros detalhes, uma vez que a praça abriga diversificados ambientes. Também será recuperada ou trocada a cobertura do Calçadão e refeito o piso. A obra deverá estar concluída dentro de um período de cerca de três anos.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas