25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Região

Recursos garantem obra

Ponte entre Campinas do Sul e Ronda Alta, na ERS 211, demanda de décadas, deve se tornar realidade em 2022

teste
Divulgação/PM Campinas do Sul
Por Da Redação regiao@jornalbomdia.com.br
Foto Divulgação/PM Campinas do Sul

A construção da ponte entre Campinas do Sul e Ronda Alta, na ERS 211, vai se tornar realidade, em 2022, já que tem a totalidade dos recursos para sair do papel. A obra está estimada em R$ 15 milhões.

O mais recente aporte para esse empreendimento veio com a liberação pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Simonetti Marino, de R$ 6 milhões, no dia 31 de dezembro de 2021, recursos solicitados pelo senador, Luis Carlos Heinze, pedido em 24 de setembro do ano passado, para suplementação da obra de construção da ponte entre os municípios. Desta forma, os valores priorizados pelo senador irão se somar aos R$ 9 milhões já empenhados, em 2019, pelo então deputado federal, Darcísio Perondi, por meio do convênio nº 894578/2019.                                   O senador justificou ao ministro, do grande sonho, há mais de meio século do Movimento pela Reintegração do Norte Gaúcho, em que ocorreram várias mobilizações com a participação de lideranças, comunidade regional, deputados federais e estaduais, e “timoneiros” do movimento.

Benefícios

Além disso, o senador enfatizou que a obra beneficiará diretamente cinco grandes regiões do Norte Gaúcho (AMAU, AMUNOR, AMZOP, AMUCELEIRO e AMM), com mais de 130 municípios e uma população de 1,53 milhões de habitantes. “Isso proporcionará o desenvolvimento econômico, social, melhorias no acesso à saúde, educação, turismo e outras atividades”, afirma.

Conforme Heinze, com a ponte será criado um corredor rodoviário alternativo, facilitando o acesso da Argentina (Misiones) passando pela futura ponte de Porto Xavier, região da Grande Santa Rosa, Palmeira das Missões, Sarandi, Campinas do Sul, Erechim, Concórdia (SC), Curitiba (PR) e São Paulo (SP), unindo, países e regiões sul e sudeste do Brasil.

“A ponte é uma dívida da União com as regiões visto que já existia em setembro de 1951, que unia as regiões. Tudo ficou submerso pela barragem do rio Passo Fundo em março de 1971. Com a obra estará sendo resolvido a dificuldade de acesso na região Norte, há mais de 50 anos”, afirma Heinze.

Campinas do Sul

O prefeito de Campinas do Sul, Paulo Sergio Battisti, afirma que os recursos indicados pelo senador são muito importantes para região Alto Uruguai, porque já haviam R$ 9 milhões e, agora, com mais esses R$ 6 milhões, praticamente, já se tem todo recurso para fazer a obra.

“Temos a licitação, agora, dia 21 de janeiro, e esperamos que dê resultado, que as empresas participem, já que a economia estabilizou, não está mais faltando insumos, e estamos com várias empresas interessadas”, comenta o prefeito.

E, acrescenta, “esses recursos do senador Heinze nos dão garantia de realizarmos essa obra o quanto antes, cumprirmos os prazos, e isso é importante, principalmente, para a empreiteira que irá fazer a obra. Ao saber que os recursos estão disponíveis, isso muda tudo de figura, porque obras federais costumam atrasar os pagamentos”. O prefeito Paulo Sergio Battisti enfatiza que só tem a agradecer ao senador por essa parceria.

Publicidade

Blog dos Colunistas