14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Blog do

Jupem

De longe

Por

A cultura, de fato, abre portas e ultrapassa fronteiras. Prova disso foi a repercussão da matéria publicada pelo jornal Bom Dia na quarta-feira (10) narrando a viagem do Jupem ao Chile, quando o grupo erechinense participou do IV Encontro Internacional de Folclore. Considerações sobre a notícia vieram, inclusive, da Itália. Na foto de Vinícius de Morais Freitas, o espaço traz mais um registro da experiência, dessa vez, em meio à neve da Cordilheira dos Andes.

 

Explosivo

Chegou à Câmara de Vereadores de um município da região informação com alto potencial explosivo. O fato remete a possível condicionamento de repasses do poder executivo à contratação (ou não) de determinados fornecedores. Oremos para que em tempos digitais isso seja apenas ‘fake news’. Do contrário, após a devida apuração, que os atores sejam devidamente responsabilizados.

 

R$ 438,63

Utilizando metodologia adotada pelo Departamento Intersindical de Estudos Estatísticos e Socioeconômicos (Dieese), o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul/IFRS - campus de Erechim e o Procon passaram a divulgar o custo da cesta básica no município.

Em agosto, segundo o levantamento, custo ficou em R$ 438,63. No mês de janeiro de 2019, valor era de R$ 403,88.

# O trabalho leva em consideração 13 itens (arroz, feijão, farinha, açúcar, óleo, café, leite, manteiga, carne, batata, tomate, pão e banana).

# Interessados podem acessar os dados da pesquisa no link: https://www.pmerechim.rs.gov.br/pagina/1075/pesquisa-cesta-basica-ifrs-procon.

# Em agosto, a cesta básica mais cara entre as capitais brasileiras foi encontrada em São Paulo (R$ 481,44). O valor mais baixo ficou com Aracaju: R$ 337,96.

 

Gestão para Excelência

Erechim sedia nesta sexta-feira (13), a partir das 8h, o I Congresso Regional de Gestão para Excelência com ênfase em gestão pública. O evento, organizado pelo Icsec e MMPR Advogados, numa realização da Loch Consultoria, terá a participação de figuras de peso do cenário estadual. Entre os convidados estão a secretária de Relações Federativas do RS, Ana Amélia Lemos (PP); o presidente do TCE-RS, Iradir Pietroski; o ex-prefeito de Canoas, Jairo Jorge (PDT); além do ex-deputado Ivar Pavan (PT) e do ex-governador Germano Rigotto (MDB).

 

Conte sua história

Com dez anos de atuação profissional, o preparador físico erechinense Anderson De Lazeri, 32, acertou em agosto seu retorno ao São Luiz, de Ijuí – clube que ajudou a levar às semifinais do Gauchão 2019. Nesta entrevista, Kuki (como é chamado) traz curiosidades da carreira e fala dos desafios de 2020. Confira:

 

Início

‘Meu primeiro trabalho foi nas categorias de base do Ypiranga, em 2009, graças a um estágio por conta própria. Em seguida, assumi a parte física da equipe juvenil e, mais tarde, comecei os trabalhos de auxílio no time principal. Dei continuidade como preparador principal no Palmeirense, da 3ª divisão, onde conheci o treinador Paulo Henrique – com quem mantenho parceria profissional até hoje. Passei, ainda, pelo Tupi, Inter-SM, Veranópolis, Ypiranga, Novo Hamburgo, Caxias e São Luiz.

O que mudou na preparação física em dez anos?

‘Diria que a intensidade do jogo, as distâncias percorridas se mantiveram semelhantes, porém as ações de alta intensidade praticamente dobraram, fazendo do jogo muito mais corrido e dinâmico – evidenciando o que chamamos de ‘capacidade de força’.

Quem foi o melhor treinador com quem trabalhou? E jogador?

‘Treinador, Paulo Henrique pela capacidade de trabalho, gestão e entendimento de futebol. Quanto ao jogador, citaria o atacante Michel, com quem trabalhei no YFC, e também no São Luiz, quando ele foi o artilheiro do Gauchão. Destaco ele por tudo o que passou e superou, não só como atleta, mas como pessoa’.

 

Fato inusitado

‘Estava acertado com o Mamoré, de Patos de Minas/MG, cidade que fica a 1500 km de Erechim. Lembro que precisava estar lá numa quarta e sai daqui na segunda, às 5h. Durmi em Araraquara, SP. Na manhã seguinte, segui viagem. Quando estava em Uberaba, a 250 km do destino, recebi a ligação para trabalhar no Caxias. Comuniquei o pessoal do Mamoré, dei meia volta e retornei. Fiz 550 km ainda na terça. Durmi no caminho e, na manhã seguinte, cheguei a Erechim. Desfiz a mala com roupas de calor; coloquei as roupas de frio e parti para Caxias do Sul. Foram 2800 km em três dias, dirigindo sozinho’.

 

Expectativa 2020

‘O objetivo principal do São Luiz, como o de qualquer time do interior, é a manutenção na elite, mas é claro que vamos buscar novamente uma posição de destaque. Teremos um ano muito importante em razão da participação do clube na série D do Brasileirão e, possivelmente, na Copa do Brasil’.

 

C@nto Digital

Poucos dias antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, cerca de 100 carros autônomos deverão estar circulando pelos locais da competição e regiões próximas – transportando mais de 7 mil pessoas. As Olimpíadas começam no dia 24 do mesmo mês. Com a iniciativa, o governo busca promover a tecnologia na cidade.

# A iniciativa será realizada em parceria com fabricantes como Toyota e Nissan, além de startups de mobilidade. Até 2022, o objetivo é realizar uma série de testes nas vias públicas de Tóquio envolvendo 28 empresas e instituições. O futuro chegou. ‘Domo arigatou’.

 

Viagens Curtas, por Enori Chiaparini

Os Bandoleiros

O Rio Grande do Sul também teve seus ‘Lampiões’ nas décadas de l920-30. Aliás, Lampião foi abatido no ano de 1938. Nas Terras Velhas (região de Veranópolis), tivemos o famigerado Paco... um fora da lei que assombrou a Serra com suas crueldades. Borges de Medeiros, aliás, contratou Paco a fim de se proteger dos Maragatos.

Quando Getúlio Vargas pacificou Chimangos e Maragatos, Paco perdeu o emprego, mas continuou a senda de horrores por conta própria usando uma espada e quatro revólveres. Existe um livro que conta em detalhes a sua empreitada de crimes.

Nas Missões, mais propriamente Santo Ângelo, atuou o fora da lei Arthur Arão. Temido em toda a fronteira, quando o caldo engrossava, escapulia para a Argentina. Seu colega de cela, de nome Ludovico, escreveu um livro chamado: ‘Eu sou Arthur Arão’. Pesquisadores, alunos e professores precisam ler esse livro (disponível na Estante Virtual). Os fatos trágicos não devem ser desconhecidos.

Na Região do Alto Uruguai se celebrizou o bandoleiro Zeca Vacariano, que agia numa vasta área – de Marcelino Ramos até Frederico Westphalen. Atuava como balseiro clandestino no Rio Uruguai (transportando madeira até São Tome, na Argentina).

Em 1909, Zeca Variano assaltou o trem pagador no túnel de Pinheiro Preto (SC), levando todo dinheiro (hoje cerca de um milhão de reais), que tinha como destino o pagamento dos funcionários que estavam construindo a ferrovia. O banco do Zeca assassinou três pessoas nessa ‘proeza’, retratada, inclusive, em filme. Até hoje existe no inconsciente coletivo (fruto do medo), uma sombra nos recônditos da alma que atravessa gerações... A história nem sempre é alegre e suave.

Página 9

As maiores empresas de Erechim na última década

Depois de apresentar estudo revelando quais são as 20 maiores empresas de Erechim em 2018, considerando o Valor Adicionado Fiscal (VAF) fornecido pela secretaria municipal da Fazenda, o jornal Bom Dia traz levantamento que analisa o desempenho das organizações nos últimos dez anos.

Para se chegar ao resultado, o Centro de Inteligência do Instituto SL/ISPO analisou o ranking das ‘20 mais’ ao longo dos anos de 2009 a 2018, atribuindo pontos equivalentes às respectivas colocações em cada exercício fiscal. O 1o posto recebeu 25 pontos; o segundo, 20; o terceiro, 18; o quarto, 17; e, assim, sucessivamente até o 20o, que marcou 1 ponto. Neste amplo extrato, obtiveram pontuação 43 empresas, elencadas na tabela ao lado.

# Se em 2018 a liderança coube à Olfar S/A Alimento e Energia, no acumulado da década é a Comil quem ponteia as estatísticas - fruto dos seus tempos de bonança, quando manteve o 1o lugar durante sete exercícios consecutivos (2009 a 2015).

# O ‘top 5’ dos últimos dez anos é preenchido, ainda, pela Cooperativa Central Aurora, Peccin S/A, Cavaletti S/A Cadeiras Profissionais e Master Supermercados.

# Chama a atenção a derrocada da Cotrel, que deixou de aparecer no ranking das ‘20 mais’ a partir de 2015 (embora ainda mantenha a 12ª posição na década), e da Intecnial, segunda colocada em quatro ocasiões entre 2010 e 2015 - o que lhe rende a 8ª posição no acumulado. Se de um lado o fracasso da cooperativa tritícola é irreversível, em relação à Intecnial, apesar da prolongada crise, ainda existe uma luz no fim do túnel. Que assim seja.

Curtíssimas

# Os parlamentares ‘da região’, Paparico Bachi (PR) e Gilberto Capoani (MDB), são contrários à PEC do deputado Sérgio Turra (PP) que prevê o fim do plebiscito para privatização do Banrisul, Corsan e Procergs. Proposta de emenda que facilitaria a alienação das estatais gaúchas já tem o apoio de 24 deputados.

# MDB de Erechim assina neste domingo (15) termo de cooperação técnica com a Fundação Ulysses Guimarães. Segundo presidente (que tomará posse no mesmo dia) Edgar Marmentini, aproximação visa qualificar os filiados do partido – incluindo pré-candidatos ao legislativo e executivo. Processo envolverá áreas como gestão pública, comunicação, marketing, planejamento de campanha, além de dicas de como falar em público.

# O microempreendedor individual (MEI) responde pela única fonte de recurso de 1,7 milhão de famílias brasileiras. Neste universo, a renda média é de R$ 4,4 mil. Os dados são do Sebrae.

# Turismo de negócios representa 72,2% das hospedagens do RS, conforme pesquisa da Fecomércio com 385 hotéis gaúchos.

# Uma das maiores operadoras de turismo online do país, a Decolar, está lançando programa de pontos (passaporte) para, além de acelerar as vendas, ‘fisgar’ clientes que só vão espiar os preços no site. Pontuação alcançará diferentes produtos; da venda de passagens aéreas ao parque de diversões.

# A Medida Provisória do presidente Bolsonaro revogando a obrigação de publicação de atos oficiais de licitações públicas em jornais (que agora podem fazê-lo por meio online) deve representar duro golpe aos veículos impressos. Aliás, ao que tudo indica, essa é a ideia.

# Grupo Agros, empresa erechinense que tem clientes nos principais estados produtores de grãos do país, realizou na quarta-feira (11) a 21ª edição de seu encontro anual ‘Agros XXI’ - quando recebeu em Santa Maria mais de 130 parceiros a fim de analisar a safra 18/19 e projetar a safra futura (foto). Sucesso leva assinatura da equipe liderada pelos sócios Beto Coimbra e Gilnei Molossi.

 

Brigando na parte de cima

Como foi bom ver o Ypiranga Erechim lutando para subir; e não para fugir do rebaixamento. Como foi lindo ver o estádio lotado, com direção, comissão técnica e atletas sendo respeitados (pela maioria). Ficamos tristes com a eliminação, mas a alegria proporcionada em campo, com o resgate da autoestima fora das quatro linhas, compensou, com sobras, o revés. Parabéns, presidente Adilson, vocês foram gigantes. A continuidade do trabalho sério, que já garantiu um 'A' no Gauchão de 2020, tem tudo para fazermos chegar na 'B' do Brasileirão, logo ali na frente.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Câncer
21/06 até 21/07
Sextou, Câncer, mas alguns imprevistos e...

Ver todos os signos

Publicidade