Publicidade

Economia

Projeção de crescimento para 2018

Mercado de caminhões, ônibus e vans aquece depois de quedas sucessivas

caminhoes. jpg.jpg
Por Ígor Dalla Rosa Müller

A produção de veículos cresceu 25,2% no país em 2017 em relação a 2016, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Entre as causas está o volume recorde de exportação e melhora do mercado interno, que resultaram na produção de quase 2,7 milhões de veículos no ano passado no Brasil. Este é o primeiro crescimento depois de três anos.

Segundo o diretor de uma concessionária de caminhões, ônibus e vans de Erechim Valmor Garcia, a empresa que ele trabalha vendeu 80 unidades em 2017, número superior ao ano anterior em que foram comercializados 40 veículos. Foi um ano satisfatório, apesar da crise, diz Valmor. Ele observa que em 2017 a região emplacou 167 unidades.

Valmor observa que em 2013 o mercado de caminhões fechou o ano com 200 mil unidades produzidas no país. Em 2016 foram 40 mil veículos. A melhora veio em 2017 com 50 mil unidades fabricadas. A perspectiva de crescimento para 2018 é de 10% a 20%, estimativa que também reflete nas vendas.  

O diretor ressalta que o mercado de caminhões depende muito do setor agrícola, este é um dos fatores que deve contribuir para o aquecimento das vendas, já que tem boa expectativa de produção para este ano. Valmor cita também como ponto positivo a realização da Frinape, feira multissetorial e as comemorações do centenário de Erechim.   

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas