Euro R$ 3,92 Dólar R$ 3,20

Publicidade

Estado

Jogos escolares do Rio Grande do Sul têm nova fórmula

Por Governo do RS
Foto Divulgação

Os Jogos Escolares do Rio Grande do Sul (Jergs),  competição organizada pela Secretaria da Educação (Seduc) e que movimenta 140 mil alunos de 438 municípios (são mais de 2,2 mil escolas públicas) passarão por mudanças em 2018 para se adaptarem aos Jogos Escolares da Juventude, a competição nacional dos estudantes-atletas, que também vão estrear nova fórmula.

A troca mais significativa refere-se à subdivisão da competição nacional, que passa a ter uma fase regional: os 27 Estados foram divididos em três grupos de nove, no qual apenas os dois primeiros avançam para a final (eles vão se juntar a outros seis concorrentes, pré-definidos). Essa fase final passará a ter divisão única (eram três) e reunirá apenas 12 participantes - até 2017, os 27 estados ingressavam direto nesta fase final.

"Em termos de conquista de medalhas nacionais, em princípio parece que ficou mais complicado para nós, pois nosso grupo da fase regional é muito forte. Ao mesmo tempo, como São Paulo, Minas e Rio ganharam boa parte das competições, não participarão da fase regional, o que nos beneficia e deixa mais perto de vencer essa fase e passar à final", analisa a assessora do Departamento de Esporte Educacional da Seduc Danusa Zanella. 

Outra mudança prevista para os Jergs diz respeito às datas. As modalidades individuais, como o atletismo, ganharam mais prazo - antes, o estado precisava definir até o início de agosto os representantes da categoria infantil (12 a 14 anos), que disputavam os Jogos Escolares da Juventude em setembro. Em 2018, a final ocorre em novembro, o que dá mais tempo de preparação. 

Fórmula

Ainda no caso de um dos quatro esportes coletivos (basquete, futsal, handebol e vôlei, todos no masculino e no feminino), a fórmula classificatória também será diferente em 2018. Mesmo as escolas que ficaram na terceira posição em cada modalidade ainda terão chances de representar o RS na competição nacional - até então, só o vencedor poderia disputar a seletiva, contra o vencedor das escolas particulares (Cergs). 

Os Jergs começam a disputa já no mês de março. Os Jogos da Juventude, neste ano, estão marcados para novembro nas duas categorias.

Publicidade

Blog dos Colunistas