Publicidade

Região

Nova sistemática gera economia e mais resultados em Cruzaltense

Projeto vem possibilitando economia e eficiência

Projeto vem possibilitando economia e eficiência
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Com a presença de grande parte dos moradores da comunidade do Rio Liso e comunidades vizinhas, o governo de Cruzaltense fez um levantamento de todos os serviços que precisam ser executados nestes locais. A reunião foi realizada na última quinta- feira (2). Na proposta, cada agricultor definiu quais são os serviços de máquinas mais necessários na sua propriedade. Para, assim, a prefeitura executar quatro horas de serviço de retroescavadeira e pá carregadeira gratuitamente. Esta é a quarta comunidade que vai ser beneficiada dentro de uma nova sistemática de trabalho que está sendo adotada pelo governo, que é a de realizar todos os serviços necessários em cada comunidade para depois passar a trabalhar na localidade seguinte. 
O vice-prefeito, Nelson Jones Franklin da Silva, destaca que isso está sendo possível porque, pela primeira vez, o município tem uma estrutura de máquinas que permite atender as necessidades. São três retroescavadeiras, além de outros equipamentos destinadas para o programa. "Antes não tínhamos todas as máquinas, era impossível atender o município todo com apenas uma retroescavadeira. Então, precisávamos primeiro criar todas as condições para fazer uma prestação de serviços mais eficaz, mais próxima das comunidades", disse Nelson.
O programa também exigiu a adoção do turno único na Secretaria de Obras. Agora, os operadores trabalham seis horas diretas, das 11h45 min até às 17h45min. Isso possibilitou economia e eficiência. "Hoje temos mais horas trabalhadas do que com o turno integral, quando o transporte dos operadores quatro vezes por dia da cidade até a comunidade demandava muito tempo. Gastamos menos com deslocamento", ressalta o secretário de Administração e Finanças Ângelo Noremio Palharini.  A eficiência da nova estratégia já foi comprovada nas comunidades de Linha Nove, Linha Dez e Santa Cruz, já atendidas. "Com tempo bom e com todas as máquinas, em pouco mais de três semanas conseguimos atender a todos os moradores de cada comunidade", afirma Ângelo.
Segundo o secretário Palharini, que coordena o projeto, essa é uma iniciativa inovadora, que "jamais tinha acontecido no município, em que a administração vai até a propriedade para executar o trabalho de horas-máquinas para os agricultores de Cruzaltense". 
Na reunião, também houve a presença do secretário de Obras Aidir Avozani, secretário de Saúde Lenito Santolin, o secretário adjunto de Agricultura Rosilei Iltenko e o vereador Darciel Paida. 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas