Publicidade

Saúde

Paciente Seguro: FHSTE reduz infecção hospitalar na UTI a taxa zero

Hospital desenvolve o projeto Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil
Por Assessoria
Foto Divulgação

A Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim está inserido, juntamente com o Núcleo de Segurança do Paciente, no Projeto “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”. Financiado pelo Ministério da Saúde e apadrinhado pelo Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre, é um projeto o qual tem por objetivo a diminuição das infecções na UTI por Catéter Venoso Central, Catéter Vesical de Demora e Ventilação Mecânica. Ainda, inclui a visita estendida, que visa a inserção do familiar na melhora dos pacientes, e a higienização das mãos em 04 momentos na UTI Adulto.

No último dia 12, a equipe do Núcleo de Segurança do Paciente, promoveu um momento de agradecimento e de apresentação dos resultados aos funcionários da UTI Geral do Hospital onde o projeto está sendo realizado. Foram apresentados os resultados conquistados, sendo que há 6 meses o Santa está com 0% de infecção em Cateter Vesical de Demora e Cateter Venoso Central.

Durante o encontro os funcionários da UTI foram parabenizados e receberam um chaveiro em forma de mão e foram incentivados a continuar engajados nesse projeto que ainda visa reduzir as infecções por Ventilação Mecânica. Estiveram presentes no encontro funcionários, médicos, direção e o prefeito de Erechim, Luiz Schmidt, que destacou a importância desse projeto e do seu reconhecimento a nível nacional.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas