22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,84
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,84

Publicidade

Região

Histórias cruzadas: Mariano Moro 53 anos

O verde em abundância faz parte da paisagem do município gaúcho
O lago do reservatório da UHE Itá e a prainha artificial são algumas das atrações turísticas do muni
Por Assessoria de Imprensa
Foto Divulgação

Mariano Moro (RS), localizado às margens do reservatório da Usina Hidrelétrica Itá – UHE Itá, completa 53 anos de emancipação político-administrativa no dia 22 de maio. Situado entre os municípios gaúchos de Aratiba e Severiano de Almeida, faz também divisa através do Rio Uruguai com Concórdia, no lado catarinense. Com pouco mais de 2.210 mil habitantes, Mariano Moro foi o último Distrito de cinco desmembrados de Erechim.

O município é um dos 11 limítrofes ao lago da UHE Itá. Ao todo, são 170 propriedades lindeiras ao reservatório, o que coloca Mariano Moro como o sétimo em área atingida reservatório da UHE Itá. Desta forma, o município recebe mensalmente parcelas de Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH). Somente no último ano, em 2018, o repasse aos cofres públicos foi de R$1,6 milhões. Historicamente, durante os 18 anos de operação da Usina Hidrelétrica Itá, foram feitos repasses no montante de R$ 25 milhões.

Mariano Moro é um bom lugar para se morar. De acordo com o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, tem altas taxas de longevidade, renda e educação com média geral de 0,730 de acordo com o último CENSO em 2010. A dimensão que mais contribui para o IDH do município é a longevidade da população, mas a educação foi o índice que deu o maior salto: apresentou um crescimento de 300% desde a década de 90. A economia é baseada no agronegócio, com cerca de 48% dos marianenses residindo na área rural.

Para quem deseja conhecer a história do lugar, é fundamental uma visita até o Museu da Casa da Memória e Cultura de Mariano Moro, que tem como objetivo preservar a memória coletiva do lugar. A Gruta Nossa Senhora de Lourdes e o Lago da UHE Itá são outros pontos turísticos que oferecem belas paisagens tornando o interior do município um roteiro aos visitantes, com destaque para a prainha pública, na beira do lago. O local é mantido pela prefeitura e conta com rampa de acesso à água para práticas náuticas, boias de sinalização e segurança, faixa de areia, quiosque e churrasqueiras.

Para o gerente do Consórcio Itá, Reginaldo de Oliveira, o trabalho desenvolvido entre a Usina Hidrelétrica Itá e propriedades lindeiras tem a finalidade de incentivar a preservação do lago e das áreas de preservação em seu entorno. “O município conta com o trabalho da Central de Manutenção e da doação constante de mudas para trabalhos em APP e preservação de nascentes. Também disponibilizamos atividades educacionais envolvendo o Centro de Divulgação Ambiental (CDA)”, destaca o gerente

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas