0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Economia

A arte de descobrir o Verdadeiro Lucro de sua empresa

Simone Angela Prigol Santolin - Consultora Financeira
Por Simone Angela Prigol Santolin - Consultora Financeira
Foto Divulgação

Diversos empreendedores, acreditam que sabem o lucro de sua empresa. O que é o Lucro? Podemos considerar o lucro como o ganho realizado em uma operação comercial da atividade da empresa. Como apurar o lucro? Para encontrar o lucro da empresa é necessário ter uma boa organização das operações realizadas, para ser gerado através do DRE. O que é a DRE? O demonstrativo do Resultado do Exercício, é um documento contábil que evidencia ao empreendedor o caminho percorrido a partir das Receitas de Vendas, deduzindo custos, despesas e impostos o LUCRO.

O DRE faz a análise do lucro, evidenciando as diversas formas de ver o lucro, e geralmente tem esta estrutura resumidamente:

 

Receita Brutas de Vendas

 

(-) Impostos de Vendas

(-) Devoluções, Abatimentos ou Descontos

(=) Receita Líquida de Vendas

(-) Custos

(=) Lucro Bruto

(-) Despesas Operacionais

      Despesas Comerciais

      Despesas Administrativas

(=) Lucro operacional

(+/-) Lucro Não Operacional

(=) Lucro antes de impostos sobre o resultado

(-) Impostos

(=) Lucro Líquido

Quando falamos de análise de lucro, é importante saber que é necessário realizar a apuração do Lucro pelo regime de competência, que são os lançamentos realizados na data do fato gerador, ou seja, na compra ou venda de um produto ou serviços. Aqui esta um dos pontos muito importantes que as empresas por vezes, não conhecem seu Verdadeiro Lucro. Muitas empresas na apuração do lucro misturam o regime de competência com o regime de caixa (onde este faz o lançamento no momento do recebimento ou pagamento), outras apuram pelo regime de caixa. Quando isso ocorre a análise fica comprometida, e as decisões realizados em cima deste relatório irão comprometer a saúde da empresa.

Para fazer um relatório corretamente é necessário entender cada uma das contas, que compõe o resultado da empresa:

A Receita de Vendas, é o que ocorre no momento da emissão da nota fiscal, indiferente se o cliente ainda não recebeu a mercadoria ou não tenha realizado o pagamento.

Os custos, por exemplo numa empresa comercial é formado pelo custo de aquisição da mercadoria, sem impostos, somado o frete e ao seguro de mercadoria comprada. Aqui um problema que ocorre com muita frequência, é quando a empresa utiliza como custo as compras realizadas, sem levar em consideração os estoques inicial e final na apuração de seu custo.

As Despesas Operacionais, podem ser entendidas como os gastos necessários para realizar receitas.  Quando a empresa é industrial, precisa tomar muito cuidado em segregar o que é uma despesa de operação com os custos. Numa indústria o gasto no ambiente da fábrica é custo e o gasto fora é despesa. O custo do produto vendido é composto por matéria prima, mão de obra direta e o custo indireto de fabricação.

O Lucro não Operacional, é obtido deduzindo as Despesas das Receitas não operacionais. Um exemplo de lucro não operacional acontece quando há uma venda de um veículo da empresa. Esta venda poderá ter um lucro ou prejuízo, é preciso ter muito cuidado para fazer a apuração correta desta operação.

O Lucro Líquido é o que sobra depois de todos os custos, despesas e impostos serem contabilizados. É parte deste lucro, que cabe a distribuição ao proprietário.

Para conhecer o Verdadeiro Lucro da sua empresa, é necessário ter o conhecimento técnico e disciplina, qualquer descuido você poderá estar analisando um Lucro Ilusório, que poderá comprometer a saúde financeira de sua empresa com decisões e ações geradas a partir de Falso Lucro!

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas